Select Page

Líder Portimonense vence em casa do Famalicão por 3-2

Líder Portimonense vence em casa do Famalicão por 3-2

O Portimonense venceu hoje em Famalicão por 3-2, em jogo da 10.ª jornada da II Liga em futebol, mantendo-se sem derrotas e isolado na liderança, enquanto os minhotos somam três encontros sem vencer.

Pires (40 minutos), Jadson (49) e Paulinho (61) assinaram os golos da equipa orientada por Vítor Oliveira, enquanto para os famalicenses ‘bisou’ Daniel, com tentos aos 46 e 56 minutos.

As duas equipas procuraram o golo, protagonizando um jogo muito equilibrado e ritmado, mas o Portimonense mostrou sempre maior frieza perante um Famalicão mais nervoso, que não merecia a derrota, sendo certo que precisa de mostrar mais se quer ‘revalidar’ a fama de clube ambicioso.

Os golos só surgiram a cinco minutos do intervalo, mas até lá registaram-se oportunidades de parte a parte: aos quatro minutos, um cabeceamento de Vilaça saiu ao lado e, aos 21, Lucas também tentou de cabeça, mas o guardião da casa defendeu.

Perre podia ter inaugurado o marcador para os anfitriões, aos 26 minutos, quando, primeiro, permitiu o desvio de Jadson e, em duas recargas consecutivas, permitiu as defesas do ‘gigante’ Ricardo Ferreira.

O Portimonense acabou por marcar por intermédio do goleador da II Liga, Pires, que completou um primeiro cabeceamento de Jadson, que bateu no poste (40 minutos).

Na segunda parte, Ulisses Morais, que tinha iniciado o encontro sem um único ponta de lança de raiz, apostou tudo, refrescando o meio campo e reforçando o ataque, ao trocar dois médios – Vítor Lima e Mércio – por um médio e por um avançado, Fred e Chico.

Daniel conseguiu logo aos 46 fazer o empate, na recarga de um remate de Medeiros, e voltou a marcar dez minutos depois (56), através de um remate cruzado, mas, pelo meio os algarvios já tinham voltado a mostrar que se destacariam pela objetividade na hora de atacar, com um golo de Jadson, que beneficia de uma saída em falso de Braga (49 minutos).

Com o marcador a apontar 2-2, Paulinho fez o terceiro dos visitantes a 30 minutos do fim: o brasileiro tabelou com Pires e empurrou para o fundo das redes com a frieza que caracterizou a equipa de Portimão ao longo de todo o jogo (61 minutos).

O Famalicão respondeu com Chico a atirar à barra (62) e foi procurando o empate, mas sempre com mais emoção do que razão, como aconteceu aos 90, quando Medeiros, depois de passe exímio do inspirado Daniel, correu isolado e de frente para a baliza, mas perdeu a bola de forma displicente.

Fonte: Lusa

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização