Select Page

Assunção Cristas quer Nuno Melo cabeça de lista nas europeias

Assunção Cristas quer Nuno Melo cabeça de lista nas europeias

“Um minuto porque o congressista que se segue é alguém que nos habituou a palavras rigorosas, a espírito combativo, a ser um adversário que impõe muito respeito, a ser uma pessoa de profundíssimas convicções”. Assunção Cristas fez questão de apresentar, ela própria, Nuno Melo para a intervenção que o eurodeputado tinha agendado no Congresso do CDS-PP, no sábado, 10 de março.
Antes de o famalicense subir ao palco, em Lamego, Viseu, a presidente do partido quis anunciar que iria propô-lo como cabeça de lista às próximas eleições europeias, em 2019. Pedro Mota Soares será o número dois.
Nuno Melo é, atualmente, o único eurodeputado do CDS, eleito nas últimas eleições, nas quais o CDS concorreu em conjunto com o PSD. Desta vez, avançou Assunção Cristas, o partido vai apresentar-se sozinho a sufrágio, seguindo o mesmo caminho que escolheu nas últimas autárquicas.
Depois de ser apresentado pela presidente do CDS, Nuno Melo recheou o discurso de críticas à esquerda, principalmente ao Bloco de Esquerda (BE). “Há quem defenda uma aproximação ao PS. Parece que está na moda. Mas nós não somos o BE da direita”, afirmou.
O eurodeputado sustentou ainda que o CDS “está mesmo muito distante deste PS” e quis deixar “um grande abraço a Pedro Passos Coelho”, ex-primeiro-ministro de um Governo PSD/CDS, que governou em momentos “difíceis”, e uma “saudação democrática” a Rui Rio.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização