Espetáculo para mostrar que “não é estranho ser diferente”

Espetáculo para  mostrar que “não é estranho ser diferente”

No dia 3 de dezembro, o preconceito ficou à porta e o palco do grande auditório da Casa das Artes, em Vila Nova de Famalicão, transformou-se num lugar onde a máxima “todos diferentes, todos iguais” imperou.
A ACIP, a APPACDM e o Centro Social e Paroquial de Ribeirão, instituições que prestam apoio a pessoas com deficiência em Vila Nova de Famalicão, participaram no “Espetáculo dos Sonhos”, que foi dinamizado pelo encenador João Negreiros. A iniciativa serviu para assinalar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, este ano sob o lema “não é estranho ser diferente, o estranho é ser indiferente”. No “Espetáculo dos Sonhos” foi possível ver jovens e adultos a mostrar que competências adquirem nas instituições, no âmbito do projeto municipal “EnvolvArte”, com performances musicais e teatrais.
Outra das atividades que assinalou o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência aconteceu esta quarta-feira, na Escola Secundária Camilo Castelo Branco, com um desfile de moda, promovido no âmbito do projeto Contrato Local de Desenvolvimento Social – CLDS 3G.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização