Select Page

E os vencedores da poupança são…

E os vencedores da poupança são…

“O Super Tostão”, um grupo de alunos dos agrupamentos de escolas do concelho de Santo Tirso, venceu as primeiras Olimpíadas de Educação Financeira, promovidas pelo Museu do Papel Moeda, na tarde de segunda-feira, 27 de março, na Fundação Dr. António Cupertino de Miranda.

As Olimpíadas consistem num concurso onde “os alunos tiveram de responder a questões sobre os vários temas de Educação Financeira sugeridos no Referencial de Educação Financeira, estimulando, de forma lúdica, o seu interesse pela temática e proporcionando-lhes uma oportunidade de convívio e aprendizagem entre todos”. O concurso, que surgiu no âmbito das comemorações da Global Money Week, foi dirigido aos “cerca de 300” alunos do 1.º ciclo do ensino básico dos municípios de Santo Tirso, Maia, Espinho, Gondomar, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Porto, Santa Maria da Feira, Vale de Cambra, Valongo e Vila do Conde, que estão inscritas no projeto de educação financeira “No poupar está o ganho”.
Em declarações ao JN, Ângelo Machado, da EB1 da Lage, explicou que “o essencial é o que é necessário para nós”, enquanto “o supérfluo é o que é desnecessário”. Já Rui Martins, EB1 de S. Martinho, contou que para ser rico “precisava de 20 milhões”.
Para Inês Abreu, administradora da Fundação Dr. António Cupertino de Miranda, esta é “uma iniciativa inédita que visa chamar a atenção de todos, em particular das crianças e jovens, para a importância de desde cedo aprenderem a lidar com estas questões do dinheiro”. “Sabemos que se desde o início desenvolverem hábitos de poupança e de consumo saudáveis, um dia mais tarde será intuitivo para eles saberem lidar com o dinheiro e fazerem a gestão dos seus recursos”, completou.

Videos

Loading...

Siga-nos

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização