https://autosolucoes.pt/viaturas/

Antas concentra-se no futuro

O novo alargamento do cemitério, a criação de um centro de dia e o melhoramento do polidesportivo da ARCA – Associação Recreativa e Cultural de Antas estão entre os projetos mais prementes da freguesia de Antas, que na passada quarta-feira, dia 2 de junho, recebeu a visita do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha.

Estes e outros anseios foram partilhados pelo presidente da junta local, Manuel Alves, ao edil famalicense, que como vem sendo habitual nestas visitas ao terreno se fez acompanhar pelo vereador das Freguesias do município, Mário Passos.

“A questão do cemitério é, sem dúvida, a mais urgente. Temos poucas sepulturas livres e estamos já a trabalhar na resolução deste problema que passará por um novo alargamento do espaço”, referiu Manuel Alves que nesta tarde de trabalho na companhia do autarca famalicense teve a oportunidade de percorrer alguns dos últimos investimentos realizados na freguesia.

Foi o caso das intervenções ao nível das acessibilidades e que, de acordo, com Paulo Cunha foram concretizadas a pensar “não só na comodidade e segurança dos automobilistas, mas também na segurança dos peões”, com a criação de novos passeios.

No que toca à rede viária destacam-se assim as obras já concluídas na Rua Nova, na Rua Frei Bartolomeu dos Mártires e na Travessa Conde de Arnoso, das empreitadas que estão em curso de pavimentação da Rua António Nobre e na Rua do Freião e da intervenção que vai avançar na Rua de São Bento.

Paulo Cunha visitou ainda as obras de melhoramento que estão a decorrer no Polidesportivo de Ribeirais e a Casa das Associações, que ocupa a antiga escola de Abade de Vermoim e que é atualmente a casa de mais de meia dezena de associações da freguesia.

Refira-se ainda que o crescimento populacional que Antas assistiu nos últimos anos leva também o presidente da Junta a antecipar a necessidade de requalificação ou criação de algumas infraestruturas de lazer para as famílias da freguesia, como é o caso dos parque infantis.  

Leia também...