ALUNOS VÃO PARA A ESCOLA DE BICICLETA

A partir desta quarta-feira, o programa “Ciclismo Vai à Escola” chega também ao 2º ciclo. Depois de ter iniciado como um programa para ensinar os alunos do 1º ciclo a andar de bicicleta, o projeto lançado pela Câmara de Santo Tirso promove agora as deslocações para a escola neste meio de transporte.

“A mobilidade sustentável é uma grande aposta da Câmara. É importante criar ciclovias dedicadas ou partilhadas, como temos feito, mas só fazem sentido se, ao mesmo tempo, conseguirmos ganhar utilizadores. Incentivarmos os alunos a virem para a escola de bicicleta é uma medida simbólica, mas muito importante, já que sabemos que é mais fácil mudarmos mentalidades junto dos mais novos”, explicou o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, que acompanhou os cerca de 20 alunos que fizeram esta manhã, pela primeira vez, a deslocação para a escola de bicicleta.

Numa fase inicial a medida chega aos alunos da Escola Básica e Secundária D.Dinis. Todas as quartas-feiras, os alunos passam a fazer o percurso de bicicleta para escola de manhã, e regressam de bicicleta a casa, à hora de almoço, em trajetos organizados e escoltados pelas forças de segurança do programa “Escola Segura”.

 “A ideia é que possamos, ao longo do ano letivo, alargar a medida a novos percursos e a mais escolas. Acredito que no final do ano vamos ficar surpreendidos com a adesão”, garantiu Alberto Costa.

Toda a logística – bicicletas, capacetes e mesmo o transporte das mochilas – é assegurada pelo programa “Ciclismo Vai à Escola”.

O “Ciclismo Vai À Escola” é um projeto pioneiro desenvolvido em parceria com a Federação Portuguesa de Ciclismo, arrancou no ano letivo 2018/2019, nas escolas do 1º ciclo, com o objetivo de dar seguimento às políticas de mobilidade sustentável do Município.

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem