Vila das Aves com restaurante construído “à prova” de Covid-19

O Parque do Amieiro Galego, em Vila das Aves, vai acolher, em julho, um restaurante construído “à prova” de Covid-19. O projeto, garante o autor e arquiteto brasileiro Thiago Herrera, responde “a todas as recomendações da OMS”, tendo sido concebido para se adaptar ao “novo normal”, com “ambientes separados, mas não isolados”.

O negócio é de José Eduardo Cardoso, um jovem de Lordelo, Guimarães, que há muito tempo desejava dar uma nova vida à estrutura localizada no Parque Amieiro Galego. A oportunidade surgiu em plena pandemia, que, porém, não foi impedimento para avançar.

Com a ajuda de uma “familiar” que reside no Brasil, José Eduardo Cardoso conheceu o arquiteto Thiago Herrera, com quem montou o projeto “Refúgio” em tempo recorde. “Em quatro dias”, e sempre à distância – graças às ferramentas de conversação online disponíveis -, conseguiram projetar o espaço, que estará vocacionado para vinhos e tapas.

“O restaurante cheio de janelas dá uma visão panorâmica do local e mantém o ambiente com ar circulante, como é exigido nos dias de hoje”, explicou o responsável, que evidencia também o uso de vidros “bactericidas com ions de prata” e “tintas antibacterianas”.

A questão da sustentabilidade também está evidenciada no “Refúgio”, através da utilização de “materiais reciclados”.

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem