Aves perdeu no Gil Vicente

O Gil Vicente recebe e vence o Aves por 3-0, em partida que abriu a 28.ª jornada da I Liga.

Mediam forças no Cidade de Barcelos o 11.º da tabela, no entanto, em crise de resultados depois de três derrotas após a retomar da Liga, frente ao lanterna-vermelha da tabela.

Foi a equipa da casa a primeira a equipa a criar perigo, por intermédio de Rúben Ribeiro a cabecear por cima.

O golo, esse, surgiu logo à passagem do minuto 10 e para a equipa de Vítor Oliveira, que via o jogo da bancada, por castigo.

Henrique Gomes abriu o ativo, depois de solicitação de Rodrigã, após um pontapé de canto de Kraev.

Três minutos depois, o Gil Vicente viu um golo seu ser anulado. Kraev chutou para o funo das redes, mas o lance foi anulado por fora de jogo.

Se até ao intervalo, o conjunto de Barcelos não foi para o descanso com um resultado mais dilatado, a muito deve a Szymonek, que travou os intentos da equipa da casa, com um par de defesas.

Ainda assim, Rúben Ribeiro fez o 2-0, ao minuto 36´. Depois de um cruzamento de Alex Pinto, o jogador do Aves, livre de marcação cabeceou para o golo.

Na segunda parte, a toada manteve-se, mas com a equipa de Nuno Manta Santos mais afoita.

Aos minuto 83´, o Aves reduziu por Mohammadi, naquele que poderia ter sido o primeiro golo do Aves depois da retoma, depois de duas derrotas e um empate frente ao FC Porto. Iniciativa de Ruben Macedo pela direita, com o iraniano a finalizar. Contudo, o lance foi anulado pelo VAR.

Azar de uns, sortes de outros. A um minuto do fim, Hugo Vieira assistiu Samuel Lino que finalizou da melhor forma para o 3-0 (89´).

Até ao fim, Mohammadi ainda atirou ao poste e mesmo perto do apito final, Hugo Vieira tentou o quarto, mas Fábio parou as intenções do jogador do Gil.

O Gil Vicente subiu ao 11.º lugar, com 33 pontos, enquanto o Desportivo das Aves é 18.º e último classificado, com 14 pontos, estando a 14 da zona de manutenção.

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem