Auto Soluções

Tirsense eliminado da Taça de Portugal pelo Leixões

O Leixões, da II Liga, impôs hoje a primeira derrota da época ao Tirsense, do Campeonato de Portugal, ao vencer por 4-1 com um ‘bis’ de João Oliveira, na terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol.

O avançado suíço inaugurou o marcador, aos 28 minutos, e André Fontes empatou para os ‘caseiros’, aos 35, mas, na segunda parte, Vítor Martins foi ao banco buscar os habituais titulares que acabariam por resolver o encontro com golos de Kiki (62), Rúben Araújo (73) e o segundo de João Oliveira (83).

Os ‘jesuítas’ subiram ao relvado à procura de manter a senda de cinco vitórias em cinco jogos em todas as competições, mas viram a tarefa dificultada quando, numa jogada individual, João Oliveira teve tempo e espaço na área para rodar sobre o defesa e atirar colocado de pé esquerdo junto à malha lateral da baliza de Rui Neves.

A vantagem dos ‘bebés do Mar’ foi de pouca duração, já que pouco depois, André Fontes aproveitou uma bola longa, fugiu à defesa e, à entrada da área, levantou o esférico por cima de Ricardo Moura para devolver a igualdade com um grande golo.

O empate manteve-se no descanso e só depois das alterações efetuadas pelos bancos é que o marcador voltou a mexer, até porque Vítor Martins acertou em cheio nas entradas de Kiki, Fabinho, Thalis e, mais tarde, Rúben Araújo.

Quatro minutos depois das substituições, o capitão tirsense João Pedro perdeu a posse em zona proibida, João Oliveira deu a Fabinho e o ‘maestro’ isolou Kiki na área, que à saída de Rui Neves, atirou rasteiro para devolver a vantagem ao 10.º classificado da II Liga.

Por seu lado, Rúben Araújo entrou aos 72 minutos e, no minuto seguinte, levou com o remate de Thalis na cabeça e a bola entrou caprichosamente na baliza.

Já com a eliminatória resolvida, João Oliveira acabaria por assinar o ‘bis’, numa altura em que pedia para sair devido a queixas físicas, ao aproveitar um mau alívio de Rui Neves para rematar de primeira para a baliza deserta e fazer o 4-1, que não reflete as dificuldades sentidas pelos matosinhenses.



Jogo realizado no Estádio Abel Alves de Figueiredo, em Santo Tirso.

Tirsense — Leixões: 1-4.

Ao intervalo: 1-1.



Marcadores:

0-1, João Oliveira, aos 28 minutos.

1-1, André Fontes, 35.

1-2, Kiki, 62.

1-3, Rúben Araújo, 73.

1-4, João Oliveira, 83.



Equipas:

– Tirsense: Rui Neves, João Martins, Gonçalo Cardoso (Nicolas, 69), João Pedro, Gil, Diogo Outeiro, Luís Neves, Nuno Campos (Dennis, 69), André Fontes (Aboubacar Katty, 84), Jaílson (Pablo, 57) e Júlio Alves (Miguel Silva, 84).

(Suplentes: Gustavo Galil, Sandro Fonseca, Miguel Silva, Nicolas Souza, Pablo, Tomás Oliveira, Dennis Ohene, Aboubacar Katty e João Tentúgal.)

Treinador: Álvaro Madureira.

– Leixões: Ricardo Moura, Coronas, Calasan, Isaque Gavioli, Joel Ferreira, Ben Traoré (Zag, 68), Rafael Freitas (Kiki, 58), Tiago Morais (Fabinho, 58), João Oliveira, Ricardo Valente (Rúben Araújo, 73) e Agostinho (Thalis, 58).

(Suplentes: Stefanovic, João Amorim, Miguel Silva, Zag, Thalis, Fabinho, Kiki, Moisés Conceição e Rúben Araújo.)

Treinador: Vítor Martins.

Árbitro: João Pinho (AF Aveiro).



Ação disciplinar: cartão amarelo para Calasan (06), João Pedro (23), Rafael Freitas (31), Ben Traoré (42), Luís Neves (50) e Nicolas (87).

Assistência: cerca de 2.000 espetadores.

Leia também...