Auto Soluções

SANTO TIRSO ATIVA PLANO MUNICIPAL DE EMERGÊNCIA DE PROTEÇÃO CIVIL

A Câmara de Santo Tirso ativou hoje, desde as 0h00, o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil, que se manterá em vigor até às 23h59 da próxima sexta-feira, na sequência da declaração de situação de contingência emitida pelo Governo, em virtude do aumento do risco de incêndio rural.

Esta declaração inclui a proibição absoluta da utilização de fogo-de-artifício ou de outros artefactos pirotécnicos, que tinha já originado o cancelamento dos espetáculos previstos para as Festas de São Bento, que hoje terminam, em Santo Tirso.

Com esta declaração há também um reforço de meios das Forças Armadas, GNR e PSP, designadamente nas ações de fiscalização, patrulhamento e vigilância dos espaços florestais, bem como a mobilização em permanência das Equipas de Sapadores Florestais, nomeadamente a equipa de Santo Tirso SF 06-113.

Inclui, ainda, a passagem do Dispositivo Especial de Combate aos Incêndios Rurais (DECIR) ao Estado de Alerta Especial de nível vermelho, para todos os distritos, com a mobilização de todos os meios disponíveis e o reforço do dispositivo dos corpos de bombeiros.

Nesse sentido, determina a possibilidade de dispensa de serviço ou a justificação das faltas dos trabalhadores, do setor público ou privado, que desempenhem cumulativamente as funções de bombeiro voluntário.

Além destas medidas, está totalmente proibida a utilização de máquinas de combustão interna ou externa em todos os espaços rurais, onde se inclui qualquer tipo de tratores e máquinas agrícolas ou florestais, bem como a realização de trabalhos nos espaços florestais com recurso a motorroçadoras, corta-matos e destroçadores.

Está ainda interdito o acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais, previamente definidos nos planos municipais de defesa da floresta contra incêndios, bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais e outras vias que os atravessam.

Leia também...