Select Page

Roriz homenageia alunos com a melhor prestação em 2015/2016

Roriz homenageia alunos com a melhor prestação em 2015/2016

Com corpo de menina, mas postura de gente grande, Francisca subiu ao púlpito e falou em nome dos 13 jovens que foram homenageados pela Junta de Freguesia de Roriz, pelo desempenho exemplar no ano letivo 2015/2016.

“Mais um ano terminou e com ele muitas lembranças, muitas histórias para contar, muitos sonhos realizados e outros que ficaram por realizar. Esta é a dinâmica da vida, vamos vivendo e aprendendo a cada dia uns com os outros, tornando-nos melhores como seres humanos”, começou por dizer a jovem porta-voz que, com um discurso fluente, continuou e agradeceu a “todos pela contribuição e importância que tiveram durante o último ano letivo”. Em nome de todos os alunos de excelência da freguesia, Francisca deixou uma palavra de gratidão aos pais e familiares, auxiliares e professores. “Agradecemos a todos os que ajudaram no nosso crescimento humano e intelectual”, sublinhou.
Mas os protagonistas da cerimónia também mereceram mensagens de incentivo, como a do presidente da Junta de Freguesia, Moisés Andrade, que felicitou os jovens “pelo trabalho e dedicação” e deixou votos “para que continuem a ter um desempenho excelente nos próximos anos”. A entrega de prémios de mérito é, para o executivo de Roriz, uma forma de contribuir para que “os jovens sintam que vale a pena estudar”, servindo ainda “de indicador para toda a comunidade, no sentido de procurarmos encarar os desafios que se nos colocam no presente e no futuro”. “É importante salientar que este sucesso não é exclusivamente individual, daí considerar que as homenagens devem ser extensivas aos pais, pelos valores e educação que transmitem aos filhos, e aos professores, pelo trabalho e dedicação”, frisou o autarca, que defende ainda que a Junta de Freguesia “tem de dar continuidade à criação de condições e canalização de recursos para que os alunos alcancem o sucesso”.
O diretor do Agrupamento de Escolas de S. Martinho, José Queijo Barbosa, falou em nome dos educadores. “A escola é uma área muito complexa, trabalhosa e muitas vezes mal compreendida e deixada ao abandono. Quando há cerimónias desta natureza, que vêm reconhecer o mérito dos jovens, só podemos ficar satisfeitos”, salientou.
Já Ana Maria Ferreira, vice-presidente da autarquia e responsável pelo pelouro da Educação, afirmou que “reconhecer o mérito aos alunos é também reconhecer o mérito de todo o processo educativo” do município. “Este prémio depende do esforço dos jovens, mas também é fruto de um trabalho conjunto com os encarregados de educação, professores e auxiliares”, argumentou.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização