Select Page

Paragem forçada não fará Francisco Salgado desistir das motas

Paragem forçada não fará Francisco Salgado desistir das motas

Desde criança que as motas fazem parte do dia a dia de Francisco Salgado. Na oficina do pai, este jovem de Oliveira S. Mateus teve a certeza que estas teriam de fazer parte da sua vida, quando, aos sete anos, foi ver uma corrida de motocross. “Aquela emoção, adrenalina e espetáculo… fiquei contagiado pela modalidade”, confessou, em entrevista ao JA.

Começou a praticar motocross em 2011 e foi ganhando lugar no panorama regional, ao conseguir o 2.º lugar, por duas vezes, no Campeonato Regional Norte e atingir o Top 5 no Campeonato de Motocross de MX2 (250cc). Mas não há nada como a primeira vitória. “O momento mais feliz foi quando ganhei a primeira corrida”, contou.

Esta época, encontrava-se a competir nos campeonatos nacionais de motocross e supercross e regionais do Norte, mas uma lesão grave na perna esquerda obrigou-o a abandonar a competição. “O momento mais difícil da minha carreira, estou a vivê-lo neste momento”, admitiu o jovem de 24 anos.

A contrariedade, porém, não o fará desistir e Francisco já só pensa em recuperar “a cem por cento” para regressar, “o quando antes”, ao ativo.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização