Select Page

Na 1ª Liga – Famalicão é a equipa que mais mexeu

Na 1ª Liga – Famalicão é a equipa que mais mexeu

Com a época ‘a doer’ a arrancar no próximo domingo com o encontro da Supertaça entre o Sporting e o Benfica, tome nota das movimentações do mercado de transferências nos emblemas da Primeira Liga.

Em relação ao número de contratações, os três grandes igualam-se com cinco entradas cada um. O Benfica foi o mais gastador até ao momento, com destaque para a entrada de avançado Carlos Vinicius, proveniente do Nápoles a troco de 17 milhões de euros, e para a contratação de Raúl de Tomás (20 ME), ex-Real Madrid. No total, os encarnados gastaram cerca de 43,75 milhões de euros em contratações, contra os 36 milhões investidos pelo FC Porto e os 20,5 milhões gastos pelo Sporting.

A entrada do dianteiro japonês Shoya Nakajima, a troco de 12 milhões ao Al-Duhail do Qatar, é a contratação mais sonante do FC Porto. Soma-se ainda o ‘resgate’ de Marcano à Roma e a contratação de Zé Luís ao Spartak.

Já o Sporting conseguiu realizar um sonho antigo do clube de Alvalade, contratando o avançado Luciano Vietto ao Atlético de Madrid a troco de 7,5 milhões de euros,

O SC Braga, quarto classificado da Primeira Liga, e que vai ter Ricardo Sá Pinto a orientar a equipa, conta com algumas entradas e outros jogadores regressados de empréstimo. Os bracarenses reforçaram-se até ao momento com Eduardo (ex-Vitesse, Holada), Vítor Tormenta (ex-Portimonense), David Carmo (equipa B) Diogo Viana (ex-Belenenses), André Horta (ex-La Galaxy), Luther Singh (regressa de empréstimo do Chaves), Hassan (Regressa de empréstimo do Olympiacos), Caju (Santos) e Nikola Stojiljković (regressa de empréstimo do Maiorca).

Contudo, o desequilibro de forças na Primeira Liga continua a ser a nota dominante. Por um lado, os três ‘Grandes’ gastaram vários milhões em contratações cirúrgicas para reforçar os respetivos planteis. Mas mais cá para baixo há clubes que mexem muito, mas por outro tipo de valores naturalmente. E são os emblemas que subiram à primeira liga este ano que apostaram em força no reforço das respetivas equipas.

O Famalicão que regressa à primeira liga, 25 anos depois da última presença, é o campeão em matéria de entradas. A equipa orientada por João Pedro Sousa apresentou-se com 20 reforços .

Também o Gil Vicente que festejou em grande o regresso, conta com 16 reforços para atacar a temporada. Dos três emblemas que voltaram ao convívio dos ‘Grandes’, o Paços é o mais comedido, com a integração de oito atletas.

A primeira liga arranca no dia 9 de agosto, com o Portimonense a receber o Belenenses.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização