Junta de Joane requalificada e com mais valências

Começou por ser um estabelecimento comercial, depois foi uma escola, um posto da GNR e, finalmente, tornou-se sede da Junta de Freguesia de Joane. Com mais de 50 anos, o edifício foi alvo de uma empreitada, que alterou profundamente as fachadas e a redistribuição dos espaços interiores, sendo que também a entrada principal foi alterada, passando a ser feita pela nova praceta na Rua Dr. Bernardino Machado.
A requalificação foi inaugurada no dia 14 de maio e juntou “cerca de duas centenas de pessoas”, entre elas Paulo Cunha, edil famalicense, o ‘filho da terra’, o presidente da Assembleia Municipal e eurodeputado, Nuno Melo, vários ex- presidentes da Junta de Freguesia e o comandante da GNR.
Para António Oliveira, presidente da Junta de Freguesia, este foi “um dia histórico”. “Podem dizer que é falsa modéstia ou até exagero, mas para mim, Joane é a terra mais bonita do mundo e este é um dia histórico para todos nós”, referiu António Oliveira, que, inicialmente, desejava que a Junta de Freguesia fosse para outro edifício.
A autarquia comparticipou no projeto e na intervenção com “uma verba de 116 mil euros, sendo que as obras foram executadas pela Junta de Freguesia de Joane”, explicou fonte da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.
Quanto à requalificação, no exterior houve o embelezamento do espaço, através da arborização e colocação de floreiras.
O edifício vai passar a acolher o Espaço Cidadão da freguesia, fazendo com que à entrada do edifício passe a haver diferentes zonas abertas ao público com a secretaria, Espaço Cidadão, Posto dos Correios e três gabinetes superiores. No andar de cima, “está previsto um espaço polivalente destinado a exposições, colóquios e reuniões de apoio à população jovem e à dinâmica da freguesia”, explicou a autarquia. A área vai expandir-se para uma esplanada que vai permitir que os jovens tenham um espaço de convívio e lazer.

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem