Famalicão perde na Póvoa

O Varzim venceu hoje o Famalicão, por 2-0, em partida da 25.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol, em que o extremo Rúben Macedo desequilibrou, apontando um golo e fazendo uma assistência.

O jogador emprestado pelo FC Porto aos poveiros fez cruzamento para Baba Seck inaugurar o marcador, aos 12 minutos, apontando, depois, o segundo golo, aos 75 minutos, num belo remate à entrada da área.

Com esta vitória, a segunda consecutiva, o Varzim ganhou alento na fuga aos lugares de descida, ascendendo ao 13.º posto, agora com 31 pontos. Já o Famalicão continua numa série intermitentemente, e ao somar mais um desaire, fica em 12.º lugar, com 33 pontos.

A partida começou de feição para os poveiros, que ainda antes do quarto de hora se colocaram em vantagem, por intermédio de Baba Seck, que, de cabeça, deu o melhor seguimento a um cruzamento de Rúben Macedo.

Os famalicenses acusaram, em demasia, o madrugador golos dos locais, e sentiram dificuldades para armar uma resposta coerente, e apesar de conseguiram um maior caudal ofensivo, sentiam muitas dificuldades no último terço.

O Varzim, por seu turno, geria com algum conforto a vantagem, controlando as manobras no meio-campo para, depois, de contra-ataque, ameaçar a baliza de Gabriel, mas também sem a melhor clarividência no capítulo da finalização.

Nesta toada, as situações iminentes de golo escassearam até quase o tempo de intervalo, pois em cima do minuto 45, o varzinista Stanley surgiu em boa posição para fazer o 2-0, mas o seu remate mereceu boa defesa de Gabriel.

No regresso do descanso, o Famalicão recuperou uma toada mais atacante, mas, de novo, com dificuldades para superar uma coesa defesa do Varzim que voltava a apostar no contra-ataque para dar mais conforto à vantagem.

Aos 65 minutos, o recém-entrado Malele esteve perto de o conseguir, mas o cabeceamento encontrou uma defesa inspirada de Gabriel.

A insistência, e futebol mais fluído, dos poveiros acabou por dar frutos, aos 75 minutos, com os comandados de Nuno Capucho a chegarem ao 2-0, por intermédio de Rúben Macedo, que depois de ter feito assistência para o primeiro golo, assumiu o protagonismo do jogo, com um remate pleno de oportunidade e eficácia à entrada da área.

A tarefa de recuperação do Famalicão ficou ainda mais complicada quando aos 78 minutos, o lateral esquerdo Jorge Miguel viu o segundo cartão amarelo e deixou a equipa reduzida a dez para os últimos minutos.

Nesta derradeira fase, e aproveitando o desnorte dos visitantes, o Varzim ainda ameaçou o segundo golo, mas sem eficácia necessária para alterar o 2-0 que se arrastou até ao final.

 

Lusa

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem