Famalicão empatou no Mafra

O ‘nulo’, que representa o sétimo empate dos forasteiros, castiga os dois conjuntos, ambos sem grande criatividade ofensiva e com pouco talento na hora de rematar à baliza, daí o lugar de ambos muito perto da ‘linha de água’.

Os primeiros 45 minutos do Mafra foram para esquecer. O conjunto anfitrião não teve posse de bola, não criou ocasiões de golo e não logrou fazer qualquer remate à baliza defendida por Chastre. Nas bancadas, os adeptos locais apupavam a equipa, obviamente irritados com a exibição.

A oportunidade mais perigosa pertenceu à equipa nortenha, quando, com apenas oito minutos decorridos, o guarda-redes francês Mory Diaw, num péssimo alívio, fez a bola embater no avançado Pedro Correia, com a bola a sair ao lado.

O Famalicão foi a melhor equipa sobre o relvado durante toda a primeira parte. Teve mais posse de bola e controlou o jogo a meio-campo, setor em que o Mafra falhou redondamente, com os seus médios demasiado passivos e a verem jogar o adversário.

Na segunda parte, o cariz da partida mudou claramente. O Mafra subiu mais no relvado, embora o Famalicão nunca tenha perdido ousadia nas saídas para o contra-ataque.

A primeira oportunidade de golo surgiu aos 60 minutos, quando, após um canto apontado do lado direito por Luís Carlos, Tiago Costa cabeceou forte, com a bola a rasar o poste.

A resposta do Famalicão foi rápida e surgiu cinco minutos depois, com Mendes a cruzar para a grande área do Mafra e o brasileiro Mauro a atirar de cabeça para grande defesa de Diaw.

O jogo estava desbloqueado e o Mafra lançou em campo os avançados Ivan Fidalgo e Adelaja. A equipa trocou o habitual 4x4x2 e passou a atuar em 4x4x3, procurando o golo a todo o custo.

Aos 73 minutos, na sequência de um lance de contra-ataque do Mafra, o defesa famalicense Silvério atrasou a bola com o pé para o guardião José Chastre e este agarrou-a. No livre direto, o ‘capitão’ Tiago Costa remata por cima da barra.

Jogo realizado no Estádio Municipal de Mafra.

Mafra – Famalicão, 0-0.

Equipas:

– Mafra: Mory Diaw, André Teixeira, Sandro, Rafael Goiano, Joel Ferreira, Tiago Costa, Laurindo, Kiki Ballack (Ivan Fidalgo, 67), Leo, Luís Carlos e Alisson (Adelaja, 71).

(Suplentes: Filipe Leão, Pengfei, Diogo Gouveia, Fred Lopes, Vasco Varão, Adelaja e Ivan Fidalgo).

Treinador: Jorge Neves.

– Famalicão: José Chastre, Joel, Luiz Alberto, Silvério, Vítor Vinha, Mércio (Ibraima, 71), Mauro (Chico Fernandes, 83), Vítor Lima, Feliz, Diego Medeiros (Mendes, 46) e Pedro Correia.

(Suplentes: Murta, Diogo Santos, Vilaça, Chico Fernandes, Mendes, Ibraima e Leandro Souza).

Treinador: Daniel Ramos.

Árbitro: Duarte Oliveira (Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tiago Costa (29), Sandro (40), Vítor Lima (59), Kiki Ballack (62), Rafael Goiano (82) e Adelaja (89).

Assistência: Cerca de 500 espetadores

Notícias relacionadas...

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização