Famalicão empatou a 1 com o Benfica

O Benfica empatou com o Famalicão e adia a festa do FC Porto por mais uma jornada. Pizzi fez o golo dos encarnados aos 37 minutos e Guga empatou aos 84′.

O Benfica entrou melhor na partida, com uns primeiros 10 minutos de grande pressão sobre os ‘famalicenses’. Cervi, aos quatro minutos, entrou pela esquerda na grande área de Defendi e obrigou o guardião da baliza da casa à defesa.

Depois de ter sido apanhado ‘desprevenido’ pela pressão encarnada, o Famalicão reagiu e teve nos pés de Pedro Gonçalves a melhor oportunidade do ‘Fama’ na primeira parte, quando o médio de 22 anos, com um remate muito bem colocado, obrigou Odysseas a uma grande intervenção aos 17 minutos.

As ‘águias’ voltaram a crescer na partida e acabaram por chegar ao golo. Cervi pela esquerda, cruza rasteiro para Seferovic, que viu Defendi defender o seu remate de forma incompleta e Pizzi a aproveitar e a fazer o primeiro do jogo aos 37′.

A equipa de Nélson Veríssimo chegava ao intervalo com um resultado que se justificava, face à pressão que os ‘encarnados’ foram realizando ao longo dos primeiros 45 minutos.

O segundo tempo começou mais calmo e a primeira grande oportunidade surgiu apenas aos 59 minutos, novamente graças a uma defesa incompleta de Defendi, que ao parar o remate de Chiquinho deixou para Pizzi que atirou ao lado.

O Famalicão continuava com dificuldades em chegar com perigo à grande área do Benfica e era a ‘águia’ que ia chegando perto de Defendi, que evitou de novo o golo, desta vez a Vinícius que só precisava de encostar aos 70′, contudo o lance estava invalidado por fora de jogo.

Fábio Martins, aos 72 minutos, deu sinais de vida do ataque ‘famalicense’ quando desatou a correr rumo à baliza de Odysseas pela direita e já com pouco ângulo rematou ao poste ‘encarnado’.

O Benfica respondeu por Nuno Tavares que obrigou Defendi à defesa aos 74′ ao marcar um livre a favor da equipa da Luz.

João Pedro Sousa mexeu no jogo e fez entrar Guga e Centelles aos últimos minutos e foi mesmo Guga a fazer o golo do empate, após assistência de Fábio Martins, aos 84 minutos de jogo.

O golo foi um balsamo para o Famalicão que voltou a acreditar e encostou o Benfica às cordas e à ponta do precipício do fim das esperanças pelo título, mas os ‘encarnados’ sobreviveram à pressão e adiaram a festa do título ‘azul-e-branco’ por pelo menos mais uma jornada.

O Benfica passa a somar 67 pontos e fica a oito pontos do FC Porto, quando sobram nove pontos em disputa na Primeira Liga. Ou seja, e trocando por miúdos, o ‘dragão’ fica a um ponto do título de campeão que pode ser conquistado frente ao Sporting, na quarta-feira, ou no dia anterior, caso o Benfica não vença o Vitória de Guimarães.

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem