https://autosolucoes.pt/

Covid-19: Famalicão e Santo Tirso somam 637 casos de 1 a 14 de julho

Famalicão e Santo Tirso são dos concelhos do Norte do País com mais de 250 casos por 100 mil habitantes. Um e outro mantêm-se em nível de contágio elevado e muito elevado, respetivamente, e, por isso, sujeitos a medidas restritivas.

O concelho de Vila Nova de Famalicão registou, entre 1 e 14 de julho, 342 casos de Covid-19, número que representa um crescimento de 146 por cento relativamente ao período anterior (de 24 de junho a 7 de julho) e continua com tendência de aceleramento dos contágios.

Já Santo Tirso, com 295 casos entre 1 e 14 de julho – mais 127 por cento que de 24 de junho a 7 de julho, está a desacelerar, uma vez que somou menos novos casos do que no período anterior.

Trocando por miúdos, de 17 a 30 de junho, o concelho de Famalicão registou mais 43 casos que no período anterior e de 24 de junho a 7 de julho contabilizou mais 72. Já mais recentemente, de 1 a 14 de julho, foram identificados mais 108 que na quinzena anterior.

Por sua vez, Santo Tirso contabilizou mais 88 casos de 17 a 30 de junho do que no período anterior, de 24 de junho a 7 de julho mais 67 do que o registado anterior e de 4 a 10 de julho mais 63.

Para efeitos de cálculo da taxa de incidência a 14 dias – que situa os concelhos no nível de risco – Santo Tirso apresenta um total de 433 infetados por 100 mil habitantes.
Já Vila Nova de Famalicão apresenta uma taxa de incidência de 260 infetados por 100 mil habitantes.

Na Trofa, de 1 a 14 de julho, testaram positivo ao novo coronavírus 78 pessoas, o que quer dizer que a taxa de incidência do município é de 203 casos por 100 mil habitantes.

Leia também...