Câmara Municipal de Santo Tirso distingue melhores alunos do concelho

“Não podemos esquecer. Um livro, uma caneta, um aluno e um professor podem mudar o mundo”.

Bárbara Carvalho fez das palavras de Malala Yousafzai, a jovem ativista paquistanesa vencedora do Prémio Nobel da Paz em 2014, as suas próprias palavras, num discurso emotivo e que realçou a importância da vida escolar de cada estudante na sociedade. A jovem é apenas uma dos 44 alunos do concelho que receberam o Prémio de Mérito Escolar, atribuído pela Câmara Municipal de Santo Tirso. “Esta cerimónia distingue tudo aquilo que o aluno é e todos os que contribuíram para esse ser, pois o sucesso não é unicamente individual”, realçou, destacando “professores, assistentes operacionais, encarregados de educação e demais familiares e todos os colegas e amigos que nos apoiaram e connosco cresceram”.
Sobre estes alunos de excelência, Joaquim Couto, presidente da autarquia tirsense, foi claro: “São eles que nos vão substituir amanhã e quanto mais investirmos na sua formação obviamente que estamos a olhar também pelo nosso futuro. Reconhecer os melhores de entre os melhores faz parte do ADN das nossas comunidades”, realçou. E por falar em futuro, este é já um aspeto que preocupa os jovens tirsenses. Para Bárbara Carvalho, “a escola é uma janela aberta para a vida, e por muito que desta janela se veja um caminho que nem sempre se apresenta fácil o mais importante é não desistir à primeira dificuldade, tentar superar os medos, reduzir as angústias e seguir em frente, porque um verdadeiro vencedor não é aquele que sempre vence, mas aquele que nunca para de lutar”, referiu a estudante. E já que se fala em luta, a aluna deixou um conselho a todos os colegas: “Uma das coisas que aprendi é que o amanhã é sempre nosso se hoje nos esforçarmos, portanto, trata-se de agir hoje e de nos empenharmos agora para amanhã sermos mais felizes”.
O presidente tirsense aproveitou o momento para realçar algumas medidas e investimentos postos em prática pela autarquia, como a requalificação de algumas escolas do concelho, que permitem a Santo Tirso “ter no sistema educativo concelhio excelentes condições”.
Desde 1992 que os melhores alunos do concelho têm sido distinguidos pela autarquia.
Donos de um saber inquestionável, mas sempre com sede de aprender, estes alunos fazem da escola o seu templo do saber e dos livros os seus melhores amigos. Para Joaquim Couto são um exemplo para todos os estudantes e para a sociedade. O presidente deixou mesmo um conselho a todos os estudantes: “A vida não espera pela gente. É necessário pedalar e trabalhar muito. Trabalhem, esforcem-se, porque a vida não espera e amanhã poderá ser tarde”. A vida não espera mesmo e para que amanhã não seja tarde o objetivo desta distinção passa também por incentivar mais alunos a alcançar o patamar de excelência.

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem