Balcão Único recebeu certificado pela “excelência dos serviços”

Balcão Único recebeu certificado pela “excelência dos serviços”

De forma a reconhecer “a excelência dos serviços prestados”, o Balcão Único de Atendimento de Vila Nova de Famalicão, em funcionamento desde novembro de 2015, recebeu na sexta-feira, 3 de março, o certificado de conformidade dos serviços de atendimento ao público pela norma internacional ISO 9001, a mais utilizada a nível mundial pelas organizações públicas e privadas que pretendem implementar um sistema de gestão de qualidade.
O representante da SGS – grupo líder mundial em inspeção, verificação, testes e certificação – Paulo Gomes reconheceu “a eficiência do trabalho realizado pela autarquia com o envolvimento de todos os trabalhadores”. Paulo Gomes confessou ainda ter ficado “maravilhado com as condições” do serviço.
A instância, que tem tido cada vez “mais procura”, com uma média mensal a rondar os quatro mil atendimentos e um tempo médio de espera de cerca de oito minutos, reúne serviços administrativos e jurídicos e ligados ao ambiente, urbanismo, habitação e recursos humanos ou Espaço Cidadão, oito postos de atendimento em front-office, quatro postos de back-office, um posto de tesouraria, um de informação e um quiosque multimédia, uma sala com 24 lugares sentados e um sistema de gestão de filas que veio melhorar a eficiência do atendimento. Quanto aos utilizadores parecem estar satisfeitos com o atendimento, já que o Balcão Único registou uma média de 4,82, numa escala de zero a cinco.
Tendo como objetivo “ a eficácia da organização e a satisfação dos clientes, esta norma especifica os requisitos de um sistema de gestão da qualidade a utilizar sempre que uma organização tem necessidade de demonstrar a sua capacidade para fornecer produtos ou serviços que satisfaçam tanto os requisitos dos seus clientes como dos regulamentos aplicáveis e tenha em vista o aumento da satisfação de clientes”, adiantou fonte do município. O presidente da autarquia, Paulo Cunha, vê nesta certificação “uma responsabilidade acrescida, uma vez que coloca a fasquia da qualidade num patamar elevado”, no entanto espera que se repercutam os casos, querendo que “outros serviços sejam certificados, pois quanto mais rigorosos e exigentes” forem “mais eficientes” serão “no serviço prestado ao cidadão”, concluiu.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização