Select Page

Famalicão perde em Portimão

Famalicão perde em Portimão

O Portimonense regressou, no sábado, às vitórias na receção ao Famalicão (2-1), em jogo da 31.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol, com dois golos de Pires, um em cada metade do encontro.
No Estádio Municipal de Portimão, os golos algarvios foram marcados por Pires, aos 40 e aos 54 minutos, tendo Tozé Marreco (81) assinado o tento do Famalicão.
Depois da derrota na jornada anterior diante do FC Porto B (1-0), a formação treinada por Vítor Oliveira somou a 20.ª vitória na prova, a 14.ª em casa e reforçou a condição de líder, com 67 pontos, infligindo a 12.ª derrota ao Famalicão, 13.º, com 39 pontos.
Numa partida equilibrada, couberam ao Famalicão as melhores oportunidades de golo, tendo o Portimonense sido mais eficaz na finalização, ao concretizar duas das quatro ocasiões que construiu durante o jogo.
Durante a primeira parte, o Famalicão mostrou maior objetividade no ataque, cabendo-lhe as melhores ocasiões de golo, a primeira logo aos dez minutos, com Mércio, isolado, a rematar para as mãos do guarda-redes Ricardo Ferreira.
Aos 17 minutos, Mendes, na sequência de um pontapé de canto, fez a bola embater na barra da baliza algarvia e Quichini (31), em boa posição, voltou a ameaçar a baliza, rematando ao lado.
Apesar do maior ascendente do Famalicão, foi o Portimonense quem se mostrou mais eficaz, ao colocar-se em vantagem na única ocasião de perigo da primeira metade, com Pires (40) a finalizar com um remate colocado, após assistência de Gustavo.
O Famalicão regressou do descanso disposto a anular a desvantagem, tendo Ivo Nicolau substituído o guarda-redes ao evitar que Dani (46) conseguisse igualar a partida, desviando quase em cima da linha de golo, oito minutos antes do Portimonense dilatar o marcador por intermédio de Pires (54), num lance finalizado pelo melhor marcador da II Liga, após um lance de bola parada.
Até ao final, as duas equipas repartiram o domínio do jogo a meio campo, mas foi o Famalicão quem esteve sempre mais próximo de marcar, tendo o golo surgido apenas a nove minutos do final, por intermédio de Tozé Marreco (81), que, isolado, rematou fora do alcance do guarda-redes algarvio.

Lusa

Foto: FC Famalicão

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização