Select Page

Abóboras e cabaças gigantes crescem na Agrela

Este é o segundo ano que Américo Roque, 80 anos, se depara com abóboras gigantes a crescer no quintal onde cultiva, na Agrela, concelho de Santo Tirso.

Este ano, foram mais de 80 as que colheu, sendo que uma parte já seguiu graciosamente para os vizinhos, que as aproveitam para cozinhar uma bela sopa.

Algumas abóboras, pelas dimensões que atingiram, darão certamente para fazer muitas sopas. Segundo a sobrinha Vitória Alves contou ao JA, a maior que Américo Roque tem, atualmente, “pesa mais de 60 quilos e tem cerca de 70 centímetros de cumprimento e 60 de altura”. 

“O processo de plantação passa por um bom fertilizante natural, onde são  colocadas as sementes. Depois da planta crescer é transplantada. Fruto  de muito mimo, assim se chama à rega, logo pela manhã, elas atingem estas dimensões”.

Para além das abóboras, crescem também cabaças gigantes, que “chegam a atingir 39 centímetros de  largura e 53 de altura”. “Outrora utilizadas como garrafa para transportar vinho ou água para os campos, agora o Sr Américo seca-as e servem como peças de artesanato”, acrescentou Vitória Alves

No dia 30 de setembro, na Feira Franca de Santo Tirso, que tem lugar no Parque D. Maria II, Américo Roque vai levar peças de artesanato único e também as abóboras gigantes, para quem quiser ver.

Videos

Loading...

Siga-nos

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização