Jovens músicos mostram talento e matam saudades em Famalicão

A estudar clarinete na Musik-Akademie de Basileia, na Suíça, Patrícia Sá
Duarte resolveu voltar a casa para participar na segunda edição da Jovem
Orquestra de Famalicão. A jovem famalicense está entre os 67 jovens músicos
que ao longo desta semana participam no estágio de orquestra sinfónica
promovido anualmente pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.

“Voltei a Famalicão de propósito para este projeto porque não é todos os
dias que surgem atividades no âmbito da música clássica na nossa região, mas
também porque sabia que aqui iria reencontrar alguns colegas de formação. É
voltar a casa e isso é sempre bom”, refere.

Quem também aproveitou a segunda edição da JOF para reencontrar velhos
amigos foi Marco Silva. O trompetista de 27 anos do concelho vizinho da
Trofa, ex-aluno da Artave/CCM, realça o profissionalismo à volta do grupo e
do projeto. “É notável a forma como todos se têm empenhado e para mim isso é
sinal de que este projeto ultrapassa o espírito académico. Vejo aqui muito
profissionalismo”.

Recorde-se que foram mais de cem os jovens músicos a concorrer às 67 vagas
da segunda edição da JOF que conta com direção artística do maestro José
Eduardo Gomes, vencedor do primeiro prémio do European Union Conducting
Competition, concurso internacional de direcção de orquestra que se disputou
em Sófia, na Bulgária, em janeiro deste ano.

O maestro famalicense fala num “projeto ímpar no país” e abre o apetite
para os concertos da JOF nos dias 4 (21h30) e 6 (17h00) de setembro, na Casa
das Artes, e no dia 5 de setembro (18h00), no Parque da Devesa, no palco do
Anima-te. “Vamos apresentar um repertório muito atrativo, de Tchaikovsky a
Beethoven, passando pela música portuguesa, um concerto muito variado e com
uma energia esplêndida”.

Sobre o regresso à sua cidade natal, José Eduardo Gomes confessa que “jogar
em casa é sempre muito especial”.

A entrada nos concertos da JOF na Casa das Artes é gratuita, limitada à
lotação do Grande Auditório, com levantamento prévio de bilhete. A entrada
no concerto da JOF no Parque da Devesa também é gratuita, mas sujeita às
regras da bilheteira do Anima-te: os ingressos poderão ser levantados na
bilheteira instalada no local do evento, no período das 3 horas que antecede
o espetáculo e uma pessoa poderá levantar até 6 ingressos. A entrada só será
permitida mediante a apresentação de bilhete.

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem