Select Page

GrooveSpot prepara-se para campeonato do mundo de hip hop (c/ vídeo)

Há seis anos, a presença nos campeonatos do mundo de hip hop seria uma quimera no pensamento de João Marques. A verdade é que, em agosto, a GrooveSpot, escola de dança que fundou e que dá frutos na Escola Secundária D. Sancho, vai representar Famalicão e o país na prova onde estão os melhores bailarinos do planeta.

Depois de garantirem a qualificação nos campeonatos nacionais, 28 elementos da GrooveSpot estão a preparar as malas para viajar para os Estados Unidos da América, com o sentimento de vitória já alcançado graças à conquista de um lugar no mundial. Mas com esse objetivo cumprido, há novos sonhos que podem ser concretizáveis e João Marques aponta como “boa participação” atingir “uma meia-final”. “É um objetivo exequível dentro do panorama mundial, sendo que ficar nos primeiros 60 por cento não seria um mau resultado”, afirmou, já que “nunca uma equipa europeia conseguiu um lugar no Top 8”.
E se treinar para um campeonato mundial é, logo à partida, um grande desafio, preparar a viagem não será menor, uma vez que a GrooveSpot não tem uma estrutura profissional que lhe valha elevados ganhos financeiros.
Tem havido “iniciativas” e aparições em “aglomerados urbanos” para dançar na rua em busca de fundos e ainda assim a escola de dança só conseguiu angariar 60 por cento dos 50 mil euros necessários para levar a comitiva para os Estados Unidos

 

Leia a reportagem na íntegra na edição n.º 135 do Jornal do Ave, já nas bancas.

Videos

Loading...

Siga-nos

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização