Festa das Flores & Trocas de 12 a 15 de maio

O mau tempo não deu tréguas e a festa das Flores&Trocas teve mesmo que ser adiada para este fim de semana, de 13 a 15 de maio. A festa de maio é como que uma viagem no tempo que permite aos famalicenses e visitantes recordar os costumes e tradições artesanais, de doçaria e licores e dos produtos da terra, em que as convidadas de honram são as flores, com toda a sua beleza e perfume. A Festa da Flor tem como ponto alto a Batalha das Flores. No coração da cidade, na Praça D. Maria II, vão reunir-se cerca de 100 expositores, com um programa de animação popular que passa pelas concertinas e cantares ao desafio. Para o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, “o convívio entre as flores e as trocas é acertado, porque proporciona uma imagem inteira da história e das tradições do concelho”. Em 1205, o Rei D.Sancho I deu início à Feira das Trocas, também conhecida como Feira do Burro, um evento que “recria algumas das maiores tradições históricas do concelho como a exposição de gado bovino, o mercado dos enchidos, com as populares tabernas e o vinho verde na malga”, animado pelo ambiente de festa que já se fazia sentir no século XX. O programa tem início na sexta-feira, dia 13, às 9 horas, e termina domingo, dia 15, às 15.30 horas com o Desfile – Batalha das Flores. O importante agora é que a primavera permita que a Festa saia à rua e contemple os famalicenses e visitantes com as protagonistas da estação: as flores.

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem