Câmara disponibiliza 400 computadores e tablets a alunos do concelho

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão está a desenvolver um trabalho de proximidade, acompanhamento e concertação de esforços com os Agrupamentos de Escolas e Escolas Profissionais do concelho apoiando as famílias e facilitando o trabalho dos mais novos para que o terceiro período corra pelo melhor, nestes tempos condicionados pela pandemia da Covid-19.

Para além da disponibilização de cerca de 400 computadores e tablets em concertação com as escolas, e da disponibilização de cerca de 250 hotspots que permitirão o acesso à internet a todos os alunos do 9.º ao 12.º ano, a Câmara Municipal tem vindo a prestar diverso apoio ao 1.º, 2.º e 3.º ciclos.

O ensino à distância é uma realidade e para os jovens que frequentam o ensino secundário e que estão a preparar os exames nacionais, a prioridade é o acesso a meios informáticos adequados. Neste âmbito, em conjunto com as escolas a autarquia já conseguiu dar resposta à necessidades reportadas, com a atribuição de cerca de 400 computradores e tabletes, que estão a ser distribuídos pela comunidade escolar .  Aos alunos do 9º ano e do secundário que não dispõem de ligação à internet, a autarquia está a distribuir hotspots, abrangendo um total de cerca de 250 alunos, já referenciados.

No que diz respeito aos alunos do 1º ciclo, do 2º ciclo e dos 7º e 8º anos do 3º ciclo, a autarquia tem desenvolvido estratégias para responder às diversas necessidades, desde logo, com a distribuição e oferta das fotocópias com os trabalhos definidos pelos professores.

Nos dias de hoje, são poucos os agregados familiares que têm em casa uma impressora, o que dificulta a realização dos trabalhos para os mais novos. Para além das fotocopias, a autarquia presta ainda apoio diverso.

“É na maioria dos casos um trabalho invisivel mas de grande mérito e que permite que a escola funcione em casa e que os alunos se mantenham em pé de igualdade na aprendizagem”, salienta o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha.

Destaque ainda para a disponibilização dos recursos humanos afetos ao pelouro da Educação (docentes, psicólogos, terapeutas da fala, terapeutas ocupacionais e assistentes sociais) que continuam a acompanhar os alunos referenciados com dificuldades de aprendizagem.

REFEIÇÕES ESCOLARES CONTINUAM

No que se refere às refeições escolares, o município tem em execução o serviço da refeição diária, servida em take-away, na escola de proximidade da residência do aluno. Estão abrangidos os alunos com 1º e 2º escalões, mas também todos os que não sendo abrangidos por escalões da ação social escolar, manifestem essa necessidade ao seu Agrupamento de Escolas. Neste momento, estão a ser servidas cerca de 200 refeições.

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem