Auto Soluções

Armindo Araújo mais líder do Campeonato de Portugal de Ralis

Mesmo não tendo alcançado a primeira posição final, Armindo Araújo e Luís Ramalho terminaram a etapa, pontuável para o CPR, com a certeza de que tudo fizeram para lutar por mais uma vitória na presente temporada. Dois furos, em duas especiais seguidas (Arganil e Lousã) impediram-nos de ir além da segunda posição, mas a vitoria na power stage e o reforço da liderança do campeonato, fazem com que a dupla do Skoda Fabia Rally 2 termine o dia com um ligeiro sabor a vitória.

 

Num dia marcado por muitas dificuldades para a grande maioria do pelotão do Rali de Portugal, Armindo Araújo não se livrou dos azares e, mesmo demonstrando um bom ritmo desde o início, viu-se afastado da discussão do triunfo, na segunda passagem pela classificativa de Lousã. “Queríamos muito vencer e temos a certeza que o nosso ritmo nos ia permitir fazê-lo. Fui um dia muito duro e no qual, quase todas as equipas sofreram problemas. Nós não fomos exceção, e o segundo furo deitou por terra as nossas aspirações. Apesar disso conseguimos minimizar as perdas e terminar num segundo lugar que é, em termos de campeonato excelente. Vencemos a power stage e aumentamos a distância para os nossos principais adversários nas contas do CPR. Não ganhamos o rali, mas este resultado, sabe quase tão bem como uma vitória”, disse no final da especial de Lousada o piloto de Santo Tirso. 

 

Com dois dias ainda pela frente, mas sem nenhum compromisso em termos de resultado, Armindo Araújo apenas pretende “terminar mais um Rali de Portugal e tentar fazê-lo na posição de melhor piloto português. Sabemos que é uma tarefa nada fácil, mas estaremos de olhos postos nessa possibilidade e tudo faremos para que nas próximas duas etapas consigamos chegar a esse objetivo”, disse ainda. 

  

A etapa de amanhã, terá sete especiais de classificação, com os concorrentes a fazerem duas passagens por Vieira do Minho, Cabeceiras de Basto e Amarante, antes da visita, ao final do dia, a mais uma Super Especial citadina, desta feita, na zona da Foz no Porto. 

 

Classificação CPR após 4ª prova:

1º Armindo Araújo 95 pontos; 2º M. Correia, 80; 3º J. P. Fontes, 55; 4º B. Magalhães, 54; 5º R. Teodósio, 38 (…)

Leia também...