Select Page

ARCA revalida título de Melhor Marcha das Antoninas

ARCA revalida título de Melhor Marcha das Antoninas

“Vila Nova cidade-poema, és a estrela do Norte a brilhar, e agora tens como lema, este chão é o seu lugar”. Foi com uma declaração de amor a Famalicão que a Associação Recreativa e Cultural de Antas (ARCA) revalidou o título de Melhor Marcha das Antoninas de Vila Nova de Famalicão.

Celebrando o orgulho e o bairrismo famalicense, a marcha de São Tiago de Antas voltou a impressionar o júri do espetáculo, tendo obtido um total de 96 pontos, conquistando ainda o prémio de “Melhor Letra”.

Os outros dois lugares do pódio foram ocupados pelas marchas da Associação Unidos de Avidos (95 pontos), que venceu nas categorias “Melhor Guarda-Roupa”, “Melhor Música” e “ Melhor Coreografia”, e pela Associação Recreativa e Cultural São Pedro de Riba D’Ave (80 pontos), vencedora do prémio de “Melhores Arcos”.

Nota ainda para o Clube Recreativo Amigos de Vilarinho que arrecadou o prémio de “Marcha mais Popular”, atribuído pelo júri de rua, pela dinâmica e interação com o público ao longo do percurso até aos Paços do Concelho.

Mas a noite foi de festa para todos. Vila Nova de Famalicão viveu a sua grande noitada de Santo António, com as oito instituições participantes a percorrerem a cidade numa alegre e saudável disputa de som, luz, cor e brilho.

Júlio Brandão, o poeta que há 150 anos nasceu em Vila Nova de Famalicão, serviu de inspiração a uma noite mágica, aquecida pelo entusiasmo e apoio de muitos milhares de famalicenses e visitantes.

Nas ruas, o ambiente foi de muita alegria impulsionada pelos sons da banda, pela cor do desfile e pela interação dos marchantes. Já nos Paços do Concelho, as marchas deram tudo para conquistar as mais de duas mil pessoas presentes nas bancadas e o júri do concurso, com apresentações ensaiadas ao milésimo de segundo e coreografias de um nível muito profissional.

Ninguém ficou indiferente a este grandioso espetáculo que marca as Festas Antoninas e que de ano para ano cresce a olhos vistos atraindo um público cada vez mais vasto e diversificado.

Nas bancadas estava o presidente da câmara municipal, Paulo Cunha, satisfeito pela confirmação das Marchas Antoninas como “uma das grandes noites do ano em Famalicão”. Para o autarca, “aomesmo tempo que o concelho é dinâmico e empreendedor, também respeita a sua memória, identidade e traço histórico”.

“Hoje tivemos aqui brilhantes demonstrações dessa relação com o território, com o revisitar da nossa memória coletiva”, sublinhou ainda.  

Para a noite desta quinta-feira, 13 de junho, feriado municipal, está marcada a entrega dos prémios às marchas, na habitual sessão de encerramento das Festas Antoninas que decorrerá no Parque da Devesa, a partir das 21h30.

Videos

Loading...

Siga-nos

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização