Auto Soluções- Campanha verão 2022

Video – Câmara quer Famalicão a Nadar para a excelência

Protocolos assinados com Federação Portuguesa e Grupo Desportivo de Natação.

foi um dia em cheio para a natação famalicense. Esta quinta-feira, 10 de fevereiro, o Município de Vila Nova de Famalicão celebrou dois protocolos, com a Federação Portuguesa de Natação (FPN) e com o Grupo Desportivo de Natação de Famalicão (GDNF), que reforçam a aposta da autarquia naquela que é uma das modalidades que mais títulos tem trazido para o concelho.

A assinatura dos protocolos de adesão aos programas “Portugal a Nadar” e “Famalicão a Nadar” contou com as presenças dos responsáveis máximos das duas instituições.

O presidente da Federação Portuguesa de Natação teceu rasgados elogios à política desportiva do município. Para António José Silva “todos saem a ganhar, sobretudo os munícipes,” com a adesão da autarquia ao programa “Portugal a Nadar”, que permitirá a certificação da qualidade e o reconhecimento do modelo de formação adotado nas escolas municipais de natação.

Já a assinatura do protocolo “Famalicão a Nadar” vem permitir a descentralização da ação do Grupo Desportivo de Natação e dar a oportunidade aos alunos das outras escolas municipais de sonharem com o patamar da natação de competição.

“A competição vai chegar a todas as piscinas do concelho e não só à de Famalicão e isso é fantástico porque agora todos têm mais facilitada a oportunidade de seguir uma carreira desportiva federada e, quem sabe, de ser atleta de competição”, explicou Diogo Carneiro, presidente do GDNF.

O presidente da Câmara Municipal, Mário Passos, enalteceu a importância dos dois programas para que a natação famalicense possa consolidar a sua posição no patamar da excelência.

O autarca, que se fez acompanhar pelo vereador do Desporto, Pedro Oliveira, reiterou a ambição de Vila Nova de Famalicão de ser Cidade Europeia do Desporto, em 2025, que foi aliás um dos compromissos por si assumidos na última campanha eleitoral.

Mário Passos avançou que a autarquia está já a trabalhar nesse sentido e contou ontem com o manifesto apoio da Federação Portuguesa de Natação.

Leia também...