Video ▶ Santo Tirso acompanha 30 vítimas de violência doméstica

“Amar e maltratar não têm de rimar”. A frase surgia pintada de vermelho sobre o tecido preto das camisolas que os funcionários da Câmara Municipal de Santo Tirso vestiram na manhã de 25 de novembro, Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres.

À entrada dos Paços do Concelho, na Praça 25 de Abril, colaboradores acompanhados pelo executivo camarário, liderado por Alberto Costa, cumpriram um minuto de silêncio em memória de todas as vítimas de violência doméstica e rumaram depois para o mercado, onde sensibilizaram os cidadãos para a necessidade de denunciar as agressões.

“É importante não nos escondermos dos problemas e que nos sintamos responsáveis por denunciar aqueles que ainda hoje têm a coragem de fazer da violência contra as mulheres o seu dia a dia”, sublinhou Alberto Costa, que referiu que a violência doméstica “é um grande problema social do país, mas também de Santo Tirso”.

“Todos somos poucos para combater este flagelo e a Câmara Municipal está disposta a combatê-lo através de uma ação social, que já faz o acompanhamento de 30 pessoas. Mas também é importante que aquelas vozes caladas, sintam o apoio da sociedade, em particular da autarquia. Este minuto de silêncio foi um sinal para que todas as vítimas sintam coragem de pedir ajuda”, frisou.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização