Select Page

Vaudeville Rendez-Vous está quase a chegar

Vaudeville Rendez-Vous está quase a chegar

O circo está a chegar à cidade. É já na próxima semana entre 25 e 28 de julho que o mais influente festival de circo contemporâneo da região norte chega à cidades de Famalicão, Braga e Guimarães.

O primeiro espetáculo em Vila Nova de Famalicão acontece na quinta-feira, dia 26, pelas 19 horas, na Praça D. Maria II. Ainda antes, pela manhã, às 10 horas, decorre uma oficina do INAC, também na Praça D. Maria II.

Com entrada gratuita, o evento vai contar no total com 21 apresentações dos 10 espetáculos programados, entre os quais três coproduções em estreia absoluta – nomeadamente com os jovens do INAC (Instituto Nacional de Artes do Circo) ou com a companhia luso-americana Oliveira & Bachtler – e quatro estreias nacionais da França e da Colômbia.

Mais de 60 artistas de companhias nacionais e internacionais vão dar “asas” ao melhor do circo contemporâneo, levando os visitantes a usufruir dos espaços públicos das três cidades que acolhem o evento.  Ao longo de quatro dias, novas formas de circo contemporâneo poderão ser descobertas, através de uma programação singular e inovadora, para miúdos e graúdos, pronta a reinventar esta forma de arte.

A primeira estreia nacional do Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous é precisamente o espetáculo de abertura do evento. Somos – da companhia franco-colombiana El Nucleo – questiona o mundo, nomeadamente a liberdade, a identidade, as alianças religiosas ou a pertença étnica. A performance estreia-se a 25 de julho, às 22 horas, em Braga (Rossio da Sé) e repete-se no dia 27, às 22 horas, na Praça D. Maria II, em Vila Nova de Famalicão.

Flaque não envolve cascas de banana no chão, mas promete “algum malabarismo” e várias situações que se possam transgredir, levando também o público a participar nessa infração de regras que foram criadas para quebrar. Desenvolvido in situ, a performance dos franceses Defracto estreia-se em Portugal no dia 26 de julho, às 22 horas, no Rossio da Sé, em Braga. No dia seguinte, apresenta-se em Guimarães, às 22 horas, no Largo da Oliveira. A 28 de julho, é a vez de Famalicão receber o espetáculo, às 22 horas, na Praça D. Maria II.

Boat – Transe Poétique “é um convite a que nos percamos – apenas por um momento – num mundo de sensações fortes e ondas de emoção de tirar o fôlego”. A partir de uma exploração pessoal de Le Bateau Ivre, de Arthur Rimbaud, o acrobata Damien Droin – da companhia francesa Hors Surface –flutua numa estrutura aérea única, combinando o trampolim e o arame, numa graça suspensa em descolagens poderosas. Com música ao vivo, a performance é apresentada de forma inédita em território nacional em dois dias: 26 de julho, às 19 horas, em Vila Nova de Famalicão (Praça D. Maria II) e 28 de julho, às 11 horas, em Guimarães (Jardim do Paço dos Duques).

A companhia francesa Cirque Rouages estreia Sodade, uma performance “em torno de um cabo infinito”, onde quatro corpos em equilíbrio vão evoluir “como ondas de um tempo passada que retorna e continua incessantemente”. O espetáculo integra dois músicos que tocam, cantam e contam uma fábula a grande altura, numa enorme “ode à vida” e à nostalgia. Sodade é o espetáculo de encerramento do Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous (dia 28), no Jardim do Paço dos Duques, em Guimarães, às 22 horas.

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização