Auto Soluções- Campanha verão 2022

Vale do Leça com rede de abastecimento de água concluída “até fevereiro”

As obras em curso para a instalação da rede de abastecimento de água na zona do Vale do Leça deverão estar concluídas dentro do prazo previsto, em fevereiro de 2023, calculando-se que venham a ser beneficiadas cerca de 1700 habitações das freguesias de Carreira, Guimarei, Lamelas, Agrela e Água Longa.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, “trata-se da concretização do compromisso político de fazer chegar a rede de água pública à bacia do Vale do Leça”.

As primeiras destas empreitadas arrancaram em setembro do ano passado e envolvem, ainda, a construção do reservatório e adutora de Albom, num investimento global superior a 4,4 milhões de euros, respeitante à instalação de quase 52 quilómetros de condutas e 1700 ramais domiciliários, associados aos sistemas em ‘alta’ e em ‘baixa’.

Nesta altura, revela Alberto Costa, “estão já instalados cerca de 22 quilómetros de condutas e encontram-se executados cerca de dois milhões e meio de euros”.

Estes investimentos resultam do alargamento da parceria existente entre o Município e a empresa Águas do Norte, que veio permitir o abastecimento de água em ‘baixa’ no Vale do Leça.

A rede de abastecimento em ‘baixa’ nas freguesias de Lamelas, Guimarei e Carreira implica a instalação de quase 21 quilómetros de tubagem, dos quais mais de 9,5 quilómetros já se encontram concretizados. Esta obra envolve um investimento total de 1,1 milhão de euros, estando executados cerca de 407 mil, e deverá estar concluída em fevereiro de 2023.

Nas freguesias de Agrela e Água Longa, já foram instalados cerca de 12 dos 24 quilómetros de tubagem previstos. Trata-se de um investimento total superior a 1,6 milhão de euros, tendo já sido executados cerca de 575 mil euros. A empreitada deverá estar concluída em fevereiro.

Entretanto, está terminada a instalação da tubagem da conduta adutora de Albom e da tubagem da rede de abastecimento de água em ‘baixa’ na Estrada Nacional 105, faltando apenas a colocação de alguns ramais, que se encontram em execução. De seguida será instalada a conduta adutora prevista para Refojos, com cerca de 644 metros de extensão.

Relativamente ao reservatório de Albom, a parte de betão armado já está concluída, encontrando-se em execução os restantes trabalhos de construção civil para a entrada de equipamentos e instalações elétricas, prevendo-se que a empreitada fique concluída no próximo mês de novembro. Trata-se de um investimento total superior a 1,6 milhão de euros. Deste valor, já foi executado cerca de um milhão de euros.

Alberto Costa destaca que “a concretização de todas estas empreitadas não é o fecho de um capítulo, pois vamos prosseguir com o diálogo estabelecido junto da empresa Águas do Norte e do Governo, com o objetivo de conseguirmos mais investimento para a expansão da rede pública de abastecimento de água no Vale do Leça”.

Leia também...