https://autosolucoes.pt/

Teatro e música marcam maio na Casa das Artes

Teatro de Arrabal e Shakespeare, música de Tiago Bettencourt, Três Tristes Tigres e Manuel João Vieira e dança de Pedro Ramos compõem as propostas culturais da Casa das Artes para este mês.

Na sexta-feira, 7 de maio, a Casa das Artes de Famalicão acolhe uma das peças mais emblemáticas de Fernando Arrabal “O Triciclo”, representada pelo grupo DOIS. Conta com a interpretação de João Reixa, Anabela Faustino, Marques D’Arede, Alheli Guerrero e Ivo Alexandre e a encenação é de Ivo Alexandre. O espetáculo começa às 20h30 e os bilhetes custam seis euros, com oportunidade de desconto para estudantes, seniores e portadores do Cartão Quadrilátero.
“O Triciclo”, escrito entre 1952 e 1953, conta a história de um grupo de marginais que tentam sobreviver numa sociedade desigual, hierarquizada, moral e politicamente opressiva. Um jogo de sobrevivência, mas também a procura da felicidade.
O grupo DOIS, inicialmente apelidado de Ninguém, foi fundado em 2014 e tem como diretores Ivo Alexandre e Anabela Faustino. Foca-se na pesquisa, experimentação e divulgação dos vários universos teatrais. Igualmente, preocupam-se com a aproximação do público com os seus espetáculos. Já trabalharam com Cine-Teatro Avenida (Castelo Branco), Teatro Municipal de Vila Real, Casa das Artes de Famalicão, Teatro Municipal de Bragança, Casa das Artes de Arcos de Valdevez e, mais recentemente, com o Theatro Circo.
Para o fim de semana, o espaço cultural propõe “Mínima Luz”, trabalho musical de Três Tristes Tigres, que se apresenta ao público às 20h30 de 8 de maio, no Grande Auditório. Bilhetes a oito euros para público em geral ou a quatro euros para estudantes, Cartão Quadrilátero e seniores.
O teatro regressa ao palco da Casa das Artes nos dias 13 e 14 de maio, com sessões às 20h30. “Macbeth”, de William Shakespeare, é encenada por Paulo Calatré, numa coprodução do espaço cultural com a ACE Escola de Artes de Famalicão. Bilhetes com preços entre os dois e os quatro euros.
“Anatomia do Fado”, projeto musical de Manuel João Vieira, é a proposta para a noite de 15 de maio. O espetáculo que exalta o fado humorístico começa às 20h30. Os preços bilhetes variam entre os cinco e os dez euros.
Ainda na música, a 22 de maio, às 20h30, sobe ao palco Tiago Bettencourt, que apresentará “2019 Rumo ao Eclipse”, o último disco editado. A entrada tem o custo de 15 euros, com descontos para estudantes, seniores e Cartão Quadrilátero.
Para fechar o mês no Grande Auditório, a 28 de maio, o coreógrafo Pedro Ramos revela a sua criação “Corpo Anímico”, um espetáculo para ver às 20h30 e que dá continuidade à obra “Alento”, que também pela Casa das Artes, em 2019.
Nota ainda para o projeto “PaPI-Opus 8”, proposta criada pela Casa das Artes e da Companhia de Música Teatral, que se caracteriza por proporcionar uma “viagem ao mundo de todos os pássaros, os reais e os imaginários”.
Estão agendadas apresentações para escolas, através do Zoom, dias 19, 20 e 21 de maio, às 10h30 e às 15h00, e uma apresentação para famílias, igualmente através do Zoom, dia 22 de maio, às 11h00 e às 17h00.
As inscrições devem ser feitas através do e-mail bilheteira.casadasartes@famalicao.pt.
No cinema, a programação do Cineclube de Joane propõe “A Camareira” de Lila Avilés” (6 de maio), “Fellini 8 ½” de Federico Fellini (13 de maio) “Patrick” de Gonçalo Waddington (20 de maio) e “Siberia” de Abel Ferrara (27 de maio).

Leia também...