https://emac.autosolucoes.pt/

Santo Tirso destaca-se no ‘ranking’ das melhores cidades do pais

O concelho de Santo Tirso subiu três posições nas categorias Visitar e Viver, ao nível das “melhores cidades” do país. Este é um dos resultados do estudo da empresa independente Bloom Consulting.
Atualmente, Santo Tirso é a 49ª melhor cidade do país.

Mede, anualmente, o impacto da marca de 308 municípios portugueses em matéria de visibilidade e promoção territorial, e avalia-os nas categorias de Negócios (Investimento), Visitar (Turismo) e Viver (Talento).

A Bloom Consulting, empresa independente especializada na elaboração de rankings, volta, no ranking de 2021, a dar destaque a Santo Tirso como uma das melhores cidades para viver. No total de 308 Municípios, Santo Tirso ocupa a 49ª posição, quando em 2013 surgia na 60ª.

Na categoria de Investimento, o concelho encontra-se na 35ª posição. Já em Visitar está em 67º lugar e em Viver em 49º, ambos com uma subida de três lugares na tabela, face a 2019.

Na tabela dos 86 concelhos do Norte, mantém a 16ª posição, conquistada em 2019. O mesmo acontece na área de Investimentos e na categoria Viver. Na primeira conserva o 14º lugar e na segunda, o 17º. Já em Visitar sobe um lugar, passando da 22ª posição, em 2019, para 21ª.

PARÂMETROS AVALIADOS

O estudo da Bloom Consulting tem como objetivo medir o valor da marca dos municípios, tendo em conta diversos indicadores económicos e sociais. Partindo da questão – Por que são alguns municípios mais atrativos do que os outros? –, resultaram os objetivos de avaliar o impacto das estratégias políticas, de urbanismo e de promoção de cada município e o de identificar as potencialidades e fragilidades de todos os municípios portugueses, nas áreas do negócio, investimento, talento e qualidade de vida.


Tendo como indicadores o número de empresas do concelho, as dormidas e a população, a empresa que fez este estudo refere que os dados permitem avaliar a atividade empresarial, a dimensão da indústria turística e os movimentos migratórios populacionais em cada município.

Em Negócios (Investimento) é avaliada a percentagem de novas empresas sobre o total de empresas existentes. Já na categoria Visitar (Turismo), foi tida em consideração a taxa de ocupação hoteleira. E, em Viver (Talento) foram analisadas não só as taxas de desemprego e de criminalidade no concelho, mas também o poder de compra de cada munícipe, relativamente à media nacional.

Com a avaliação destes parâmetros, é possível perceber o clima de negócios, o desempenho hoteleiro, o nível de segurança e ainda as oportunidades oferecidas a novos residentes.

Leia também...