https://emac.autosolucoes.pt/

Santo Tirso atribuiu estatuto de Projeto de Interesse Municipal a mais 9 empresas (c/video)

O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, assinou, esta terça-feira, os contratos que concedem a nove empresas o estatuto de Projeto de Interesse Municipal (PIM). Ao todo, o investimento ascende a 76 milhões de euros e prevê a criação de mais de quatro centenas de novos postos de trabalho.

A cerimónia, que decorreu na Fábrica de Santo Thyrso, concedeu o estatuto de Projeto de Interesse Municipal (PIM) a nove empresas, recebendo benefícios fiscais por parte da autarquia na ordem dos três milhões de euros. Segundo o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, “este estatuto permite que as empresas tenham acesso a um ‘corredor verde’, beneficiando de uma desburocratização de processos e de um acompanhamento personalizado por parte do INVEST Santo Tirso, para além dos benefícios fiscais”.

No total, o investimento da AFB – Agência Funerária de Burgães, Lda., da CARVIDET – Higiene Industrial, Lda., da Casa Rural do Salgueirinho, CASFIL – Indústria de Plásticos, S.A., do CVST – Centro Veterinário de Santo Tirso, Lda., da FRT TÊXTEIS, Lda., da JOCEL, Lda., da WEGEURO – Indústria Eléctrica, S.A. e da SNOWBERRY – COMUNICATION, Lda. é superior a 76 milhões de euros.

Nos vários setores de atividade que representam, as nove empresas criaram, ou estão a criar, mais de quatro centenas de novos postos de trabalho. Na cerimónia, Alberto Costa recordou que “no total, são já 81 os Projetos de Interesse Municipal atribuídos pela Câmara Municipal de Santo Tirso, que representam um investimento privado na ordem de 496 milhões de euros, a criação de 1985 novos postos de trabalho e um apoio por parte da autarquia que ronda os 6,7 milhões de euros”.

Destinado a empresas que já se encontram instaladas no concelho e também àquelas que têm como objetivo fazê-lo, permitindo que usufruam de benefícios fiscais, tais como reduções em licenças municipais, taxa municipal de urbanização, DERRAMA, IMT e IMI, o estatuto de Projeto de Interesse Municipal tem sido, acredita o autarca, “uma das ferramentas essenciais para atrair novos investimentos para o concelho, e é por isso que, no que diz respeito às exportações, Santo Tirso se destaca, cada vez mais, como um dos municípios mais exportadores na região Norte, com um crescimento de 22 por cento”.

Destacando a redução da taxa de desemprego no concelho como indicador da dinamização económica, Alberto Costa mostrou-se convicto de que “o apoio dado pelo Município às empresas, o aconselhamento e dinamização de projetos de empreendedorismo jovem, as políticas de proximidade junto dos empresários e o investimento nas áreas de acolhimento empresarial fazem parte de um conjunto de medidas que potenciam o investimento, fazendo de Santo Tirso um município impulsionador de iniciativas que promovem o emprego e garantem, obviamente, desenvolvimento económico e mais-valias sociais”.

Em representação do IAPMEI, Jorge Oliveira, destacou a importância da cooperação para o sucesso empresarial e sublinhou a necessidade de “que os empresários dialoguem mais uns com os outros, de modo a dar uma resposta mais eficaz aos problemas”.

Leia também...