https://emac.autosolucoes.pt/

Santo Tirso: Aluna da D. Dinis apurada para final do Concurso Nacional de Leitura

Santo Tirso vai estar representado na final do Concurso Nacional de Leitura, que decorre de 10 de maio e 4 de junho. Camila Vilas Boas, aluna do 2.º Ciclo do Agrupamento de Escolas D. Dinis, conseguiu o apuramento na fase intermunicipal da competição, que teve lugar em Santa Maria da Feira.

No total, foram 12 os alunos do concelho de Santo Tirso que chegaram a esta etapa, onde tiveram que realizar uma prova escrita e uma prova oral. Camila Vilas Boas foi a única selecionada para a prova de palco, garantindo o apuramento para a final nacional.

A estudante do 5.º ano de escolaridade irá, assim, representar o município de Santo Tirso na fase nacional da 15ª edição do Concurso Nacional de Leitura, que visa estimular o gosto e os hábitos de leitura, bem como melhorar a compreensão do texto escrito. Esta iniciativa, promovida no âmbito do Plano Nacional de Leitura (PNL), tem como destinatários os alunos dos 1º, 2º e 3º ciclos do ensino básico e os do secundário.

A etapa final será constituída por uma prova escrita online de pré-seleção, uma prova de vídeo e uma prova oral de palco. Nesta última, agendada para 4 de junho, participarão cinco finalistas, por cada nível de escolaridade, apurados na prova de pré-seleção online (categoria nacional) e quatro finalistas, dois do ensino básico e dois do ensino secundário, afetos às escolas do Camões IP – Rede de Ensino de Português no Estrangeiro – e da DGAE/DSEEPE (categoria internacional).

O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, felicita Camila Vilas Boas pelo apuramento para a final do Concurso Nacional, desejando “as maiores felicidades” à aluna do Agrupamento de Escolas D. Dinis.

Segundo o autarca, “a criação de hábitos de leitura entre os jovens é um objetivo claro da Câmara Municipal de Santo Tirso, que ainda recentemente formalizou, com o PNL, a criação de um Plano Local de Leitura”.

“Estas práticas constroem-se ao longo do tempo, num ambiente familiar e escolar, onde as crianças e os jovens se sintam motivados. É nesse sentido que o Município aposta no reforço do trabalho em rede com as escolas, as bibliotecas e as famílias para promover a leitura”, conclui.

Leia também...