Auto Soluções

Santo Tirso adere ao Programa de Educação Olimpica

O documento foi assinado por Alberto Costa, presidente da autarquia, e José Manuel Constantino, presidente do COP, que sublinharam a importância da disseminação dos valores do movimento olímpico, assentes na Excelência, Amizade e Respeito. 

Na prática, o Programa de Educação Olímpica visa contribuir para a formação dos alunos de todos os graus de ensino, através de uma abordagem diferente e divertida, para a transmissão de conhecimentos e competências sobre o movimento olímpico, os seus valores, símbolos, modalidades e atletas. 

Para Alberto Costa, “esta relação institucional entre a Câmara Municipal e o Comité Olímpico de Portugal reveste-se de grande importância, traduzindo-se em mais um passo para um bem comum, através da disponibilização de uma ferramenta valiosa para a afirmação de Santo Tirso como Município de Excelência Desportiva”. 

Lembrando que Santo Tirso tem, atualmente, dois atletas olímpicos – João Correia e Sara Moreira – o autarca sublinhou a convicção de que “o Desporto deve ser uma área estruturante, fundamental também para a formação cívica dos nossos jovens”, e destacou a importância da adesão ao projeto por parte das escolas e dos professores. 

O Programa de Educação Olímpica disponibiliza conteúdos pedagógicos e materiais de suporte sob a forma de aulas temáticas, textos complementares, fichas de atividades, materiais gráficos e vídeos. Os conteúdos foram desenvolvidos para que possam ser utilizados nas diversas áreas disciplinares, e em diferentes contextos, designadamente História, Geografia, Artes, Música, Educação Física, Línguas, Ciências e Matemática. 

Segundo o presidente do COP, “o objetivo é fazer em Santo Tirso aquilo que já está a ser feito em mais de duas centenas de escolas, desde a implementação deste projeto, há oito anos”.  

José Manuel Constantino salientou que o balanço “tem sido muito positivo, com um grande grau de adesão ao programa, permitindo, inclusive, que alguns atletas olímpicos visitem as escolas e conversem com os alunos”. 

Destacou, ainda, “o grau de adesão muito significativo por parte dos professores, que aceitaram este programa, nalguns casos até de forma muito entusiástica”. 

“Não significa que haja uma relação de causa-efeito, mas falar dos valores do movimento olímpico cria, também o desejo de praticar desporto”, acrescentou José Manuel Constantino, manifestando a esperança que isso venha a acontecer, também, em Santo Tirso. 

O Programa de Educação Desportiva conta, atualmente, com a adesão de 277 escolas de todo o país, envolvendo mais de 900 professores e 205 mil alunos.   

Leia também...