Select Page

S. Martinho eliminado da Taça de Portugal pelo Sp Braga

S. Martinho eliminado da Taça de Portugal pelo Sp Braga

O Sporting de Braga qualificou-se hoje para a quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol, ao bater o S. Martinho, do Campeonato de Portugal, por 3-2, mas sentiu dificuldades inesperadas.

No Campo do Desportivo das Aves, casa emprestada do São Martinho, Dyego Sousa marcou aos 11 minutos e bisou aos 40, os anfitriões responderam na segunda parte, por Martin Luther King (52), Fábio Martins fez o 1-3 para o Braga e Daniel Alves estabeleceu o resultado final (57).

Grande figura da primeira parte, Dyego Sousa lesionou-se na segunda (73). Queixando-se fortes dores no tronco, pediu para ser substituído quando o Braga tinha já esgotado as suas substituições, e chegou mesmo a sair do campo, mas acabou por reentrar, sem poder correr.

Na prática, os bracarenses fizeram o último quarto de hora com dez jogadores porque Dyego Sousa limitou-se a fazer figura de corpo presente.

O Braga mereceu a vantagem com que chegou ao intervalo devido ao seu intenso domínio territorial e à superior qualidade dos seus jogadores, mais do que pelo futebol apresentado.

A Associação Recreativa São Martinho, sétimo classificado da série A do Campeonato de Portugal, procurou manter as suas forças juntas e, assim, fechar os caminhos para a sua baliza.

A estratégia desta equipa do concelho de Santo Tirso ruiu cedo, aos seis minutos, quando a sua defesa falhou um alívio em plena área e Dyego Sousa, atento, aproveitou e rematou com o pé esquerdo fazendo o 1-0.

Sem forçar muito, o Braga controlou sempre jogo, teve paciência e procurou abrir o sistema defensivo adversário através de sucessivos raides pelas faixas laterais, à direita através de Ricardo Esgaio e Erick e à esquerda por Jefferson e Fábio Martins.

Dyego Sousa fez o 2-0 já perto do intervalo, com um cabeceamento que ainda foi ao poste direito da baliza de Kevin, e o jogo parecia sentenciado.

Mas não foi assim porque o Braga entrou relaxado para o segundo tempo e o São Martinho voltou com maior predisposição atacante, tirando proveito de um erro crasso de Bruno Viana para reduzir, com um golo do recém-entrado Martin Luther King.

Fábio Martins marcou um minuto depois, mas novo erro, desta feita do guarda-redes André Moreira e depois de um canto, permitiu ao São Martinho ‘voltar’ ao jogo, com um golo de Daniel Alves, e lançar a dúvida sobre o desfecho da eliminatória.

A partir daí, o Braga procurou segurar a bola e cortar qualquer veleidade ao seu adversário, para garantir um apuramento que se revelou mais difícil do que seria previsível, tendo em conta a desproporção de forças entre as duas equipas.

 

Fonte: Lusa

Fotografia: Sp Braga

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização