Requalificação da EN 318 e ligação Reguenga-Seroa são projetos para 2019, anunciou Câmara de Santo Tirso

Câmara de Santo Tirso fez balanço de 1.º ano de mandato e anunciou investimentos

A requalificação da Estrada Nacional 318 e a ligação entre a Reguenga e a Seroa foram os dois projetos anunciados pelo presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso para executar em 2019.

Em conferência de imprensa em que fez o balanço do primeiro ano de mandato, Joaquim Couto afirmou que com o investimento de mais de três milhões de euros, a autarquia pretende melhorar as condições de acessibilidade rodoviária entre o concelho de Santo Tirso e municípios vizinhos, beneficiando cidadãos e empresas.

Na degradada Nacional 318, que entretanto passou para a alçada do município, o objetivo é, em conjunto com os municípios da Maia e Valongo, concretizar uma requalificação que criará condições para o crescimento industrial, visto que se encontra próxima do nó da A41, em Água Longa.

No balanço do primeiro ano de mandato, realizado esta segunda-feira, no Vale Pisão, em Água Longa, Joaquim Couto destacou várias obras que estão em execução no concelho e que marcam a continuidade de uma estratégia municipal iniciada há cerca de uma década.

A Casa da Juventude, o reinício das obras de construção do Centro de Artes Alberto Carneiro, situado na Fábrica de Santo Thyrso, e a prossecução do plano municipal de Mobilidade, com a adaptação do figurino urbano para a utilização de transportes suaves, foram outros dos projetos que Joaquim Couto elencou para os próximos meses.

O autarca não deixou também de sublinhar a aposta no Santo Tirso Invest, gabinete de apoio ao investidor, que assume atualmente um papel preponderante na captação de investimento privado para o concelho, nas políticas educativas, área prioritária na atuação do executivo municipal, e no apoio social, com os chamados amortecedores que permitem à população mais vulnerável uma melhor gestão do orçamento familiar.
Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem