https://emac.autosolucoes.pt/

PS/Santo Tirso aprovou cabeças de lista à Assembleia Municipal e Assembleias de Freguesia e há várias novidades

A Comissão Política Concelhia do Partido Socialista aprovou, dia 24 de abril, por unanimidade,
os cabeças de lista à Assembleia Municipal e às 14 Assembleias de Freguesia nas Eleições
Autárquicas de 2021 e retificou Alberto costa como candidato à Câmara Municipal.

A proposta foi apresentada em sede da Comissão Política Concelhia, realizada em regime
digital e presencial, e mereceu o voto favorável de todos os 59 membros com capacidade
eleitoral daquele órgão do partido.

São várias as novidades nos cabeças de lista que começa desde logo com o cabeça de lista à Assembleia Municipal. Rui Ribeiro não é candidato sendo agora Fernando Benjamim, o atual 1º secretário da mesa da Assembleia Municipal, o cabeça de lista socialista.

Mas também nas listas às juntas de freguesia há novidades.

Em Monte Córdova o PS não apresenta candidato, apoiando a lista independente encabeçada pela atual Presidente de Junta, Andreia Correia, eleita em 2017 pela coligação PSD/CDS.

Algo parecido acontecerá na Agrela, com os socialistas a apoiarem o movimento independente encabeçado por PATRÍCIA PEREIRA, tesoureira do executivo da junta de freguesia, eleita também ela pelo PSD/CDS em 2017.
Na Agrela o presidente da junta Paulo Bento não se pode recandidatar, devido a limitação de mandatos.

Em Vilarinho há o regresso de Jorge Faria às lista do PS. Em 2017 o atual presidente da Junta, em rotura com Joaquim Couto, foi candidato por um movimento independente, apoiado pelo PSD/CDS, depois de em 2013 ter sido eleito pelas listas do Partido Socialista.

Em Rebordões há também uma alteração do cabeça de lista, devido a limitação de mandatos, Elsa Mota não se pode recandidatar e a escolha caiu sobre João Carneiro, também ele elemento do executivo da Junta de Freguesia.

Nas restantes freguesias do concelho os atuais presidentes de Junta são os candidatos.

Com a aprovação dos nomes dos primeiros candidatos das listas à Assembleia Municipal e às
Assembleias de Freguesia, fica concluído o processo de escolha dos cabeças de lista do
PS/Santo Tirso às Eleições Autárquicas, depois de, já no passado dia 16 de abril, em Penafiel,
a Comissão Política Distrital do Porto do PS ter ratificado, também por unanimidade, o nome
de ALBERTO COSTA como candidato à Câmara Municipal de Santo Tirso.

“Em Santo Tirso, está fechado o processo de escolha dos cabeças de lista aos órgãos
autárquicos”, começou por sublinhar, no final da Comissão Política Concelhia do passado
sábado, o líder do PS/Santo Tirso, acrescentando: “Não tenho qualquer tipo de dúvida de que
os cabeças de lista aprovados pelo partido têm todas as condições para liderar projetos
políticos vencedores e capazes de dar resposta às necessidades concretas das populações”.
“Temos um rumo e sabemos bem o que queremos para o futuro do partido e do Município,
cujo caminho tem vindo a ser feito lado a lado com os militantes e simpatizantes do PS e
com a população de Santo Tirso, no sentido de construir o melhor projeto político a
apresentar para o próximo ciclo autárquico – e não o impondo”, defendeu ainda ALBERTO
COSTA, para quem “a estratégia assumida em relação às próximas Eleições Autárquicas está
bem patente nas opções do partido” aos três órgãos autárquicos.

No final da Comissão Política Concelhia que aprovou os cabeças de lista à Assembleia
Municipal e às Assembleias de Freguesia, ALBERTO COSTA quis também deixar “uma palavra
de agradecimento a todas e a todos os que fizeram parte da solução encontrada” pelo líder
do PS/Santo Tirso para as Autárquicas, nomeadamente nas 14 freguesias, o que “exigiu um
intenso trabalho de diálogo e de compromisso estabelecidos entre não apenas militantes e
simpatizantes do PS mas também entre forças independentes”.

Por fim, concluído o processo de escolha de todos os cabeças de lista à Câmara Municipal, à
Assembleia Municipal e às Assembleias de Freguesia, o líder do PS/Santo Tirso reforçou “a
necessidade de o partido se manter como até aqui”, isto é, “unido, coeso, sólido e fiel ao
compromisso com a população de Santo Tirso”, porque, concluiu ALBERTO COSTA, o combate
político que está à porta “vai implicar um grande esforço, trabalho e militância ativa”.

A proposta apresentada pelo líder do PS/Santo Tirso e aprovada por unanimidade pela
Comissão Política Concelhia é a seguinte:

CABEÇA DE LISTA À ASSEMBLEIA MUNICIPAL
— FERNANDO BENJAMIM de Oliveira Martins;

CABEÇAS DE LISTA ÀS 14 ASSEMBLEIAS DE FREGUESIA

  1. AGRELA
    — Apoiar o movimento independente encabeçado por Helena PATRÍCIA Carneiro PEREIRA;
  2. ÁGUA LONGA
    — Apoiar o movimento independente encabeçado por JOSÉ António Moreira PACHECO;
  3. MONTE CÓRDOVA
    — Apoiar o movimento independente encabeçado por ANDREIA Alexandra da Silva CORREIA;
  4. REBORDÕES
    — JOÃO Miguel Travanca CARNEIRO;
  5. REGUENGA
    — MÁRCIO Paulo da Rocha de PINHO;
  6. RORIZ
    — António MOISÉS de Araújo ANDRADE;
  1. SÃO TOMÉ DE NEGRELOS
    — ROBERTO Carlos Neto FIGUEIREDO;
  2. UF DE CARREIRA e REFOJOS DE RIBA D’AVE
    — LUCIANO António Deveza Bento da CRUZ;
  3. UF DE SANTO TIRSO, COUTO (STA. CRISTINA E S. MIGUEL) E BURGÃES
    — Fernando JORGE GOMES da Silva;
  4. UF DE AREIAS, SEQUEIRÔ, LAMA E PALMEIRA
    — EURICO José Oliveira TAVARES;
  5. UF DE LAMELAS e GUIMAREI
    — Maria de LURDES Ferreira dos SANTOS;
  6. VILA NOVA DO CAMPO
    — MARCO Paulo Pinto da CUNHA;
  7. VILA DAS AVES
    — JOAQUIM Ribeiro FARIA;
  8. VILARINHO
    — JORGE Fernando Vieira de FARIA.

Leia também...