https://autosolucoes.pt/

Programa CLDS 4G já acompanha mais de meio milhar de famalicenses

O projeto CLDS 4G (Contrato Local de Desenvolvimento Social – Comunidades Incubadoras), dinamizado desde julho do ano passado pela Câmara Municipal de Famalicão para promover a inclusão social dos cidadãos através de ações que contribuam para o aumento da empregabilidade e para o combate de situações de pobreza, já acompanha mais de meio milhar de pessoas.

É o caso de António (nome fictício), que com 53 anos, numa situação de desemprego e de evidentes dificuldades económicas, contou com o apoio da equipa do projeto CLDS 4G e da instituição que o acompanha, a Associação Dar as Mãos, para agarrar uma nova oportunidade de emprego, que iniciou esta semana na área da hortofloricultura, e reconstruir a sua vida.

Coordenado localmente pela ENGENHO -Associação Local de Desenvolvimento Local do Vale do Este, refira-se que o projeto tem promovido um conjunto de ações que tem permitido uma maior sinalização das situações de vulnerabilidade social existentes no território famalicense. Um trabalho de proximidade e de construção de relações de parceria desenvolvidas pela equipa do CLDS 4G  em conjunto com as Comissões Sociais Inter-Freguesias, as equipas de Ação Social, o Centro de Emprego de Famalicão, empresas e entidades locais, como é o caso do Centro Qualifica de Famalicão.

Recorde-se ainda que desde que, em novembro do ano passado, iniciou um serviço de atendimento descentralizado pelas freguesias do concelho a equipa do CLDS 4G já efetuou perto de 70 atendimentos. Trata-se de um atendimento de proximidade junto dos cidadãos para que cada famalicense tenha as respostas que necessita e para que se sinta parte integrante da comunidade.

O CLDS 4G é um projeto que se desenvolve no território do município, tendo a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão como entidade promotora e a ENGENHO -Associação Local de Desenvolvimento Local do Vale do Este, como Entidade Coordenadora Local da Parceria, por convite da edilidade famalicense. Tem por objetivo envolver e (trans)formar territórios, vidas e pessoas, interconectando os agentes locais de forma a promover a capacitação, o desenvolvimento de atitudes e disposições para o emprego, para a iniciativa e para percursos de qualificação, capazes de consolidar maior coesão social e gerar um desenvolvimento económico inclusivo.

O CLDS-4G está focado num Plano de Ação centrado nas áreas do emprego, formação, qualificação e empreendedorismo, e irá vigorar até 31 de maio de 2023, implicando um investimento no concelho de 450 mil euros.

Leia também...