Auto Soluções- Campanha verão 2022

Policia Judiciária impede ataque terrorista

A Polícia Judiciária travou no limite um ataque terrorista em Lisboa, que iria ser alegadamente cometido amanhã, numa universidade, por um jovem estudante de engenharia que planeou matar vários colegas da Universidade de Lisboa.

O ataque a pessoas indiscriminadas estava planeado ao pormenor pelo jovem português, por escrito, e visava cometer o maior número possível de homicídios sobre colegas universitários. Quando a Unidade Nacional de Contraterrorismo entrou esta manhã na casa do estudante encontrou as precisas armas, brancas, com que o suspeito planeara, e anunciara, cometer os crimes – nomeadamente facas de grandes dimensões.

Face à gravidade das suspeitas, foi atribuída a máxima prioridade à investigação, a qual permitiria, no dia hoje, às primeiras horas do dia, interromper a atividade criminosa em curso.

Na sequência das buscas realizadas, seriam apreendidos vastos elementos de prova, que confirmariam as suspeitas iniciais.

Para além de várias armas proibidas, seriam igualmente apreendidos outros artigos suscetíveis de serem usados na prática de crimes violentos, vasta documentação, isto, para além um plano escrito com os detalhes da ação criminal a desencadear.

O arguido detido em flagrante delito pela posse das referidas armas, encontra-se igualmente indiciado pela prática do crime de terrorismo.

O arguido de 18 anos de idade, será amanhã presente a primeiro interrogatório judicial de arguido detido para sujeição à medida de coação tida por adequada.  

Leia também...