Auto Soluções- Campanha verão 2022

Pedro Cabrita Reis conclui escultura

“A obra está finalmente terminada”. Estas foram as palavras do escultor Pedro Cabrita Reis, que concluiu, 17 anos depois, “Uma escultura para Santo Tirso”. A obra integra o acervo de 54 esculturas ao ar livre dispersas pela cidade de Santo Tirso.

Na madrugada de sábado, 30 de junho, a obra foi vandalizada, tendo sido deitada abaixo parte da porta. A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Santo Tirso registou a ocorrência, mas, segundo o JN, Pedro Cabrita Reis quer manter a obra como está. “Não é vandalismo, é manifestação de criatividade de alguém que não quis deixar de se associar ao processo artístico”, adiantou.
Convidado, em 2001, por Alberto Carneiro para integrar o projeto do Museu Internacional de Escultura Contemporânea (MIEC) ao ar livre, Pedro Cabrita Reis criou “Uma escultura para Santo Tirso”, que, segundo o escultor, “foi impecavelmente” realizada pelos técnicos da Câmara Municipal. “Segundo os meus desenhos, no local por mim escolhido, perto da cascata, poderoso e belo ‘objeto’ na cidade que confere ao lugar uma especial magia”, recorda o escultor.

 

 

Leia a reportagem na íntegra na edição n.º 135 do Jornal do Ave, já nas bancas.

Leia também...