Select Page

“Palheta Bendita” reinventa a música portuguesa e do mundo

“Palheta Bendita” reinventa a música portuguesa e do mundo

Através de um encontro de música e dança, promove-se a reinvenção da música tradicional portuguesa e de sonoridades de outros cantos do mundo.
Estes são os principais objetivos da 11.ª edição da Palheta Bendita, promovida pelos Gaiteiros da Ponte Velha, a Associação Cultural Tirsense e a Câmara Municipal de Santo Tirso. A Palheta Bendita começa no dia 3 de fevereiro, com uma oficina de instrumentos musicais singelos nas escolas do concelho, entre as 10 e as 15 horas. À noite, a Fábrica de Santo Thyrso será palco da apresentação da série “O Povo que Ainda Canta (RTP)”, com José Moças, pelas 21.30 horas, e a projeção do programa dedicado ao Baixo Minho, parcialmente rodado em Santo Tirso, pelas 22 horas. A noite termina com música, com um concerto da Orquestra de Foles, pelas 22.30 horas, e com o DJ Gaiteirinho e Chega na Hora, pelas 24 horas, no Carpe Diem Bar.
No sábado, a Fábrica de Santo Thyrso recebe, entre as 14 e as 23.15 horas, uma feira de instrumentos musicais. Já entre as 10 e as 17.30 horas decorre um conjunto de oficinas de instrumentos musicais, de afinação e execução da gaita de fole, cantigas do entrudo, viola braguesa e de construção de canas rachadas, enquanto entre as 15 e as 17.30 horas os Chulas de Santo Tirso com o Núcleo de Etnografia e Folclore da Universidade do Porto, bem como alguns Grupos Folclóricos do concelho, protagonizam oficinas de dança, abertas ao público em geral. A noite conta também com um programa recheado, que inclui a apresentação do Curso Técnico Profissional de Gaita de Fole pela Academia de Chaves (21 horas), Concerto do Coro da Escola de Música Tradicional Portuguesa “Cardo Amarelo” (22 horas) e Concerto Escola de Gaitas da Ponte Velha, pelas 22.30 horas. A sede da Associação Amigos do Sanguinhedo será lugar de festa, com um Baile improvisado, foliada e jam session entre as 23.30 e as 2 horas. No domingo, último dia de “Palheta Bendita”, continua patente a feira de instrumentos musicais na Fábrica de Santo Thyrso, entre as 14 e as 18 horas, e, a partir das 15.30 horas, há baile com os Grupos Folclóricos do concelho, com a Chulada da Ponte Velha e a Associação Popolomondo.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização