Select Page

“Não vou ser um presidente de gabinete”

“Não vou ser um presidente de gabinete”

Gonçalo Silva é o candidato da Coligação PSD/CDS-PP “Por Todos Nós” à União de Freguesias de Areias, Sequeirô, Lama e Palmeira (Além Rio), no concelho de Santo Tirso.

Na sessão de apresentação da candidatura, que decorreu na noite de 21 de abril, Gonçalo Silva garantiu que pode “ajudar Além Rio”. “Posso dar a minha palavra de honra, coisa que quase já não se usa, mas que para mim é um documento escrito, que não vou ser um presidente de gabinete e de costas voltadas à população. Não vou ser um burocrata demagógico, como muitos que por aí andam”, afirmou, deixando de lado um discurso assente “num conjunto infindável de promessas ou de propostas”.
“Por muito populares que sejam, pois temos de ser sérios e de pés bem firmes no chão, sabemos bem o que está ao nosso alcance e o que não passa de propaganda balofa e enganadora”, acrescentou.
O candidato garantiu apenas que “vai estar do lado de cada um, sempre que precisarem”, e não vai “parar de chatear” Andreia Neto que será “a presidente (da Câmara) até conseguir satisfazer as necessidades básicas da União de Freguesias”.
“Seriedade, honestidade, serenidade, lealdade e trabalho” são os valores com que Gonçalo Silva se compromete a cumprir o mandato, caso seja eleito nas eleições autárquicas de 1 de outubro.
Já Andreia Neto, candidata da coligação à Câmara Municipal de Santo Tirso, aproveitou a sessão para acenar com propostas para a economia: “Nós temos ótimas condições para que as empresas escolham o nosso território. Estamos a 15 minutos do aeroporto e do porto de Leixões. Temos excelentes ligações pelas autoestradas e até por caminho de ferro. Temos gente capaz de trabalhar com dedicação e competência. Assim o provamos ao longo de todo o século XX. Só falta a ação da Câmara para criar condições para as empresas através de uma fiscalidade empresarial altamente competitiva, da definição de locais e de terrenos para as empresas e de uma diplomacia económica agressiva”.
Andreia Neto comprometeu-se ainda a “atribuir mais competências e verbas às freguesias”.
“Muito do que hoje é feito pela Câmara passará a ser feito pela Junta. Acredito que dessa forma iremos fazer mais com menos dinheiro. Quero governar o concelho com o contributo e o envolvimento ativo de todos os eleitos, em especial as Juntas de Freguesia”, sustentou.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização