Missão Continente premeia Estufas Acessíveis em Hidroponia (c/ vídeo)

Em 2016, o Centro Social Paroquial de Ribeirão (CSPR), em Vila Nova de Famalicão, criou hortas adaptadas a pessoas com deficiências e incapacidades, com o objetivo de diversificar uma atividade ocupacional cujos fins terapêuticos e de reconhecimento e valorização das suas habilidades produtivas possam ser efetivadas.

 

O CSPR decidiu expandir a estufa existente para os mil metros quadrados, para produção de hortícolas em sistema de hidroponia acessível a pessoas com mobilidade reduzida, num investimento de “70 mil euros”. O projeto foi um dos selecionados para receber o donativo Missão Continente, no valor de “23 mil euros”, entregue na segunda-feira, 2 de julho. Na sua candidatura, o Centro Social Paroquial de Ribeirão adiantou que os objetivos passavam pela “integração social e profissional de 20 pessoas com deficiência ou incapacidade”, sendo que “a produção será consumida pelos utentes da entidade, nas cerca de 600 refeições diárias”.
O presidente da direção do CSPR, monsenhor Manuel Joaquim Fernandes, afirmou que, com esta expansão da estufa, a instituição “ganha uma maior capacidade para ocupar as pessoas que participam nas atividades”, “nomeadamente da Casa de Santa Maria”, estando também aberto à participação dos utentes do “centro de dia e do Lar Santa Ana”. Monsenhor Manuel Joaquim Fernandes ressalvou que “o primeiro proveito” da produção é para “autoconsumo”, mas espera também “ter alguma rentabilidade” com “os excedentes”, que podem ser “adquiridos a preços mais baixos”.

 

Leia a reportagem na íntegra na edição n.º 135 do Jornal do Ave, já nas bancas.

Notícias relacionadas...

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização