Select Page

Milhares “soltaram a franga” no Carnaval de Famalicão (C/ Vídeo)

Para muitos “Famalicão é o destino” na noite de Carnaval. Mais uma vez, milhares de foliões vindos de vários concelhos marcaram presença naquele que já é tido como um dos melhores carnavais do Norte do país.

“Foi a melhor noite da minha vida e a primeira de muitas”, disse ao Jornal do Ave João Costa, um estreante no Carnaval famalicense. De Fafe diretamente para “o melhor destino do país na noite de Carnaval”, o jovem era apenas um dos milhares de foliões que percorreram as ruas da cidade na noite de segunda-feira, dia 12.

Originalidade é a palavra de ordem na noite carnavalesca famalicense. O Galinheiro, com 22 frangas, deu aso ao mote sugerido pelo Município para o Carnaval 2018, “solta a franga”, e venceu o primeiro prémio, no valor de 400 euros. O grupo, que já ganha “há cinco anos”, começa a preparar o desfile em “meados de dezembro” e “procura uma boa sátira”. “Foram um conjunto de situações que aconteceram na vida política e no país,” que inspiraram os participantes de Vale S. Martinho, explicou Manuel Faria, responsável do grupo, que, garante, “a ideia é participar, mas o prémio é sempre bem-vindo, porque se gasta muito dinheiro”.
Os Trols ficaram com o 2.º prémio, no valor de 350 euros, e a sandwich gigante levou para casa os 200 euros do 3.º lugar.
Paulo Cunha, presidente da Câmara Municipal, estava “satisfeito por ver tanta gente tão bem disposta, tão alegre e a fazer o Carnaval como sempre fizeram em Famalicão”. “É impossível quantificar as pessoas que estiveram em Famalicão. As ruas desaguam para Famalicão como os rios para o mar”, afirmou o autarca.
Para o edil, “não há lotação para este Carnaval, porque esta é uma noite em que todas as ruas têm motivos carnavalescos”.
A verdade é que apesar do frio milhares de pessoas festejaram o Carnaval pela noite dentro nas ruas da cidade.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª pagina edição Papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização