Mais de uma centena caminharam por causa nobre (c/video)

Motivos não faltaram para celebrar em Rebordões. A freguesia está em festa porque foi elevada à categoria de vila há 19 anos e, junta-se a este, o principal motivo dos festejos: caminhar para ajudar as famílias carenciadas da freguesia.

Para ajudar os rebordoenses estão prontos. Se dúvidas restassem ficaram esclarecidas com a afluência à caminhada solidária que decorreu no sábado, dia 18 de junho.
Um perfeito dois em um, que juntou 155 pessoas e muitos bens alimentares.
Marco Silva, da AfrikanRunners, entidade promotora da iniciativa, afirmou que a prova tinha como objetivo “trazer gente de Rebordões à festa da vila”. Quanto à moldura humana que se foi construindo nas imediações da Junta de Freguesia, “superou” as expectativas que havia, uma vez que foi a primeira iniciativa do género.
O verão parece ter chegado mais cedo e altas temperaturas acompanharam as centenas de participantes durante um percurso exigente, mas de belas paisagens. Força de vontade, um par de sapatilhas e uma garrafa de água foi tudo o que precisaram todos quantos quiseram juntar-se à caminhada solidária de Rebordões. Aos participantes apenas se pedia, como valor da inscrição, um bem alimentar. Os cestos e as mesas no interior do edifício da Junta encheram-se de bens de primeira necessidade “que vão ser entregues a famílias carenciadas”. “É uma causa muito nobre e estou particularmente contente pela celebração deste 19.º aniversário. Estou extremamente feliz e, para mim, superou as expectativas. Não que eu duvidasse da afluência das pessoas, nem que duvidasse do trabalho do grupo AfrikanRunners, mas é sempre um evento que não sabemos como as pessoas vão ou não aderir”, mencionou a presidente da Junta de Freguesia de Rebordões, Elsa Mota. Ainda que houvesse receio, no dia ficou provado que “Rebordões é solidário e aparece quando é preciso trabalhar em função de uma causa”, acrescentou.
O sucesso da caminhada foi tanto que já se pensa em repetir. “Este ano temos ideia de fazer outra. Fizemos isto com o intuito de ajudar os mais carenciados e promover a própria festa, mais para a frente vamos ter mais notícias”, avançou Marco Silva.
Dezoito de junho foi dia de festa em Rebordões, e depois da caminhada a festa seguiu no recinto da Junta de Freguesia, onde se encontravam as associações que se juntaram à causa, com muita música e animação. Rebordões é vila há 19 anos e o melhor presente deste aniversário foi a solidariedade.

Obrigado por ler esta notícia

Veja tambem