Lidl investe 70 milhões em Santo Tirso

O Lidl, o maior empregador alemão em Portugal, lança terça-feira a primeira pedra do seu novo entreposto logístico, em Santo Tirso, onde vai investir 70 milhões de euros, até 2020, para aumentar e modernizar a capacidade de resposta no país.

A nova estrutura será automatizada e fica na vizinhança do atual armazém do Lidl, em Famalicão, numa localização escolhida estrategicamente de forma a permitir aproveitar os recursos humanos do grupo. Em área, o armazém tem 48 mil m2, o equivalente a 5 campos de futebol. A capacidade passa de 18 mil paletes para 55 mil paletes, 

A cadeia alemã, com 6.500 trabalhadores e 250 lojas em Portugal, soma investimentos de €170 milhões entre 2017 e 2018 no país apostando na cobertura do território nacional numa lógica de proximidade, mas em que Lisboa, Porto e Setúbal dominam (138 lojas).

Em 2017, o grupo abriu 6 novas lojas, fez 5 substituições e 3 modernizações. Os números para o ano fiscal de 2018, que termina em março, apontavam para mais 12 modernizações, 6 substituições e 3 novas lojas. 

O entreposto de Torres Novas também atraiu um investimento de 20 milhões de euros em várias frentes, da ampliação do edifício administrativo a novos balneários e refeitórios e a um aumento da capacidade de 10 mil m2

A oferta conta com 1.700 produtos fixos e uma renovação constante das propostas de marca própria. Com o quarto lugar no ranking da distribuição alimentar nacional, atrás da Continente, Pingo Doce e Auchan. o grupo já disse que o foco na sua aposta de expansão territorial está, em especial, nas grandes áreas metropolitanas

Fonte expresso

Notícias relacionadas...

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização