Select Page

Lagoa já tem nova casa mortuária

Lagoa já tem nova casa mortuária

Cerca de cem pessoas assistiram à inauguração da nova casa mortuária da freguesia da Lagoa, em Vila Nova de Famalicão (VNF). Cerimónia decorreu no dia 20 de dezembro e contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha. Mónica Ribeiro

Foi de uma parceria a três, entre a paróquia, a Junta de Freguesia de Lagoa e a Câmara Municipal de VNF que resultou a nova infraestrutura comunitária da freguesia – a casa mortuária.
A obra, que consistiu na reabilitação e adaptação do rés do chão da residência paroquial, doada pela paróquia, implicou um investimento global de cerca de 33 mil euros dos quais 21 mil foram comparticipados pela autarquia famalicense.
Para o pároco, Manuel António, a abertura da igreja em ceder “parte do seu património” à comunidade foi “decisiva” para o aproveitamento de um imóvel “central” da freguesia e para a sua “reconversão” num equipamento útil ao serviço das pessoas. A iniciativa foi assinalada por Manuel António como “um gosto para a Igreja, reflexo da sua abertura ao mundo e às pessoas independentemente do seu credo religioso.” A “união de esforços” entre as três instituições envolventes foi um dos pontos mais destacados durante a inauguração da casa mortuária.
O presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, destacou a concretização da obra que é “resultado de uma concentração por parte das entidades naquilo que é importante e necessário para as pessoas”. No seu discurso, o edil famalicense aproveitou a “ansiedade” do público em relação às suas palavras para anunciar que a requalificação da estrada de ligação entre Lagoa e Abade de Vermoim irá avançar “nos primeiros meses de 2015”, uma notícia recebida pela população com uma “sonora salva de palmas”. Trata-se de uma artéria central e estruturante da freguesia, cujas condições de circulação e segurança estão afetadas pelo “mau estado do piso”.

Videos

Loading...

Siga-nos

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização